Após a publicação dos resultados de lucro no seu segundo trimestre fiscal, a Microsoft divulgou uma rodada de um grande corte de funcionários. A decisão faz parte do processo de transição que a empresa está passando, principalmente na divisão de smartphones . No total, 700 profissionais foram dispensados, inclusive o apresentador Bryan Roper.

Conhecido como “Fedora Guy”, Bryan era líder do Time de Demonstração de Produtos da companhia. Era reconhecido pelo entusiasmo e carisma em suas apresentações, tendo sido o porta-voz da empresa nos últimos anos. Através de sua conta no Twitter veio a divulgação de seu afastamento, o que deixou muitos admiradores da marca tristes.

Em tradução livre, o tweet: “Como um dos colegas da Microsoft afetados pelas demissões de hoje, meu coração, ouvidos e contatos estão disponíveis para qualquer outra pessoa afetada #permaneçaforte #novoshorizontes”

Ao que tudo indica, essa rodada particular de cortes não se trata de um caso de redução de custos, acredita-se fazer parte de um redimensionamento das unidades de negócios da empresa. Outro dado que corrobora essa teoria são as mais de 1,6 mil ofertas de emprego abertas divulgadas no LinkedIn da companhia.

Satya Nadella, CEO da Microsoft

Embora o desligamento de 700 colaboradores seja significativo, passa longe de números como o de 7,4 mil cortes no ano fiscal de 2015 e o de 18 mil em 2014.

Essas demissões não são novidade para empresas do tamanho da Microsoft, visto que a organização possui mais de 100 mil funcionários espalhados pelo globo. No entanto, uma personalidade tão dinâmica como Roper fará falta nas apresentações futuras.

Cupons de desconto TecMundo: