Para enterrar de vez o passado sombrio de seus navegadores e mostrar que o Edge é sim uma boa escolha para passear por todos os recantos da internet, a Microsoft tem trabalhado duro e até mesmo cutucado a concorrência. A mais recente ação nesse sentido veio na forma de um vídeo que compara o quanto o browser valoriza a bateria do seu notebook em relação a seus principais competidores.

A empresa já tinha feito algo semelhante no ano passado, mas resolveu repetir a dose para colocar à prova a economia do software após as melhorias adicionadas pelo Windows 10 Creator Update – a última grande atualização do sistema operacional da casa. O resultado foi que, mais uma vez, o Edge deixou nomes como Chrome e Firefox comendo poeira quando o assunto é gerenciamento de energia.

O método de teste foi bem simples. Três notebooks idênticos foram colocados lado a lado e precisaram rodar continuamente um vídeo do Vimeo, em tela cheia, até que a sua bateria acabasse por completo. No final da brincadeira, o navegador da Microsoft durou 35% mais tempo que o da Google e fantásticos 77% mais que o da Mozilla. A contagem de autonomia foi a seguinte: Edge com 12 horas e 31 minutos, Chrome com 9 horas e 17 minutos e Firefox na lanterna com apenas 7 horas e 4 minutos.

Se a disputa não ficou clara nos números, tem gráfico com barras também!

As máquinas de testes usadas foram modelos iguais do Surface Book com CPU Intel Core i5 6300U de 2,4 GHz e 8 GB de memória RAM. Além disso, a empresa estabeleceu algumas regrinhas para que a batalha durasse mais tempo e revelasse melhor a disparidade entre os browsers. Como? Basicamente colocando o brilho em 75%, ativando o modo de economia de energia aos 20% da bateria e desabilitando itens como som, Bluetooth, localização e notificações. E aí, curtiu a briga do trio? Tem usado o Edge? Comente mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: