Larry Ellison anunciou na última quinta-feira (18) que vai deixar o cargo de CEO da Oracle, gigante dos bancos de dados que ajudou a fundar. Aos 70 anos de idade, o executivo vai passar a atuar como CTO e presidente do quadro de diretores da companhia, sendo que suas funções anteriores vão ser assumidas pelo presidente Mark Hurd e pelo CFO Safra Katz.

“Safra e Mark agora vão se reportar ao quadro da Oracle no meu lugar”, afirmou Ellison em um comunicado oficial. “Todos os demais relacionamentos vão continuar inalterados”, garantiu. “Nós três trabalhamos muito bem juntos durante os últimos anos e planejamos continuar fazendo isso em um futuro próximo”, finalizou.

Um dos substitutos escolhidos, Mark Hurd, se tornou conhecido pelo seu desempenho não exatamente positivo como CEO da HP — cargo que foi forçado a abandonar mediante investigações de assédio sexual e fraudes em relatórios de gastos. Sua saída da empresa também foi marcada pela aquisição da Palm e do WebOS, que não foram exatamente bem utilizados por ela.

Embora a Oracle não tenha esclarecido os motivos para Ellison assumir o cargo de CTO, isso não se prova exatamente uma surpresa, visto as evidentes mudanças de prioridade do bilionário. Durante a Oracle OpenWorld de 2013, ele decidiu não realizar o keynote de abertura do evento já que queria aproveitar para ver seu barco participando da America’s Cup.

Cupons de desconto TecMundo: