Como faz anualmente, o site Gamasutra realizou um levantamento para descobrir o salário dos desenvolvedores de games americanos no ano de 2013. Mais de 4 mil trabalhadores do setor responderam o questionário e com essa base, descobriu-se que houve uma queda de 2% em relação ao salário médio de 2012.

Em 2013, a média salarial anual do setor de desenvolvedores de jogos foi de US$ 83.060 — uma média de US$ 6.921 por mês. No Canadá a média é de US$ 71.445 e, na Europa, a média é de US$ 46.232.

A diferença salarial é gritante!

Pode ser um valor alto para quem está lendo, mas vale lembrar que a variação salarial entre os diferentes cargos é muito grande. Abaixo listamos a média de salário de cada divisão entre os desenvolvedores de games:

  • Diretoria: US$ 101.572
  • Profissionais de áudio: US$ 95.682
  • Programadores: US$ 93.251
  • Produtores: US$ 82.286
  • Artistas e animadores: US$ 74.349
  • Game Designers: US$ 73.864
  • Quality Assurance: US$ 54.833

“Não é incomum que programadores de video games ganhem de US$ 80 mil a US$ 150 mil anuais”, diz Peter Raad, diretor executivo do Guildhall, um programa de pós-graduação em Design de Videogames na Southern Methodist University.

Ainda há uma diferença gritante entre homens e mulheres. Os funcionários homens detêm uma média salarial de US$ 85.074, enquanto as mulheres tiveram uma média em 2013 de US$ 72.882. Com isso, para cada dólar que um homem ganhou, uma mulher ganhou apenas 86 centavos.

E o mercado indie?

Aqui a variação é ainda maior. Os desenvolvedores de empresas indie tiveram uma média salarial de US$ 50.833, enquanto o desenvolvedor que cria sozinho — sem um time o acompanhando — ganha US$ 11.812.

Apesar de o valor ser alarmante, ele está em crescimento nos últimos anos. Isso pode ser visto com a abertura de espaço para os jogos independentes, dado pelas grandes empresas como Sony e Microsoft.

O Game Developer Salary Survey 2014 pode ser visualizado neste PDF — em inglês.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: