Nubank anuncia nova opção de investimento em CDBs prefixados

1 min de leitura
Imagem de: Nubank anuncia nova opção de investimento em CDBs prefixados
Imagem: Nubank

Nesta quinta-feira (23), o Nubank anunciou mais uma opção de investimento em renda fixa aos clientes do banco: os CDBs prefixados. Até então, a companhia só oferecia os CDBs pós-fixados, disponibilizados aos investidores em outubro do ano passado — ambas as opções rendem mais que a poupança.

De acordo com a empresa, as opções de investimento em CDBs prefixados estão em testes e foram disponibilizadas apenas a um grupo seleto de clientes do banco. Porém, a novidade continuará sendo lançada gradualmente para mais clientes.

Os investidores devem aplicar, no mínimo, R$ 100 para começar a investir nos títulos, e o prazo de resgate do valor varia entre 3 e 36 meses — em média, com rendimento de cerca de 14% ao ano. Justamente por isso, o próprio Nubank sugere que nova categoria de CDBs não é indicada para quem deseja fazer investimentos de médio a longo prazo.

Os CDBs prefixados são uma ótima opção para quem busca previsibilidade no rendimento do valor investido.Os CDBs prefixados são uma ótima opção para quem busca previsibilidade no rendimento do valor investido.Fonte:  Nubank 

Novas opções de investimentos

“Os CDBs prefixados são títulos de renda fixa de baixo risco emitidos por bancos que oferecem uma taxa de juros fixa logo no início da aplicação no investimento. Basicamente, funcionam como um empréstimo, mas, neste caso, quem empresta dinheiro para o banco em troca de juros é você”,  foi publicado em comunicado oficial.

Qualquer cliente com uma conta de investidor no Nubank ou na NuInvest poderá investir nos CDBs escolhidos pelo time de analistas do banco. A companhia também oferece opções de fundos de investimento, fundos imobiliários, ações brasileiras e globais.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.