Canadá proíbe participação de Huawei e ZTE em redes 5G

1 min de leitura
Imagem de: Canadá proíbe participação de Huawei e ZTE em redes 5G
Imagem: Huawei
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

As fabricantes chinesas Huawei e ZTE estão oficialmente banidas de participar da tecnologia 5G no Canadá por motivos de segurança e privacidade.

A informação foi confirmada pelo ministro da Indústria do Canadá, Francois-Philippe Champagne, na quinta-feira (19). O prazo para que as empresas deixem o setor no país é de 2024 para a remoção de todos os equipamentos 5G e 2027 para antenas e outros dispositivos 4G, sem qualquer tipo de reembolso ou compensação.

A decisão segue um alinhamento político antigo, já que outros aliados (Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia) fizeram o mesmo anteriormente. O país alega ainda que realizou análises completas com agências de segurança antes de tomar a decisão.

Crise política

Huawei e ZTE são acusadas há alguns anos de serem riscos à segurança nacional de países estrangeiros por supostos laços com o governo chinês.

Além disso, o Canadá foi palco em 2018 de uma disputa envolvendo Huawei e EUA quando uma executiva da fabricante foi presa no país e liberada só depois de três anos.

Em nota, a embaixada da China no país alega que a acusação é uma desculpa para "manipulação política". As duas marcas envolvidas também já se manifestaram lamentando a decisão. Outras concorrentes no setor, Ericsson e Nokia, serão mantidas como as principais responsáveis pela rede na região em contrato com operadoras locais.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes