CEO da Binance perdeu R$ 7,9 bilhões com a queda da Terra (Luna)

1 min de leitura
Imagem de: CEO da Binance perdeu R$ 7,9 bilhões com a queda da Terra (Luna)
Imagem: Shutterstock

Nos últimos dias, a criptomoeda Terra (Luna) entrou em colapso e perdeu mais de 90% do seu valor — sem contar na versão estável, que também caiu agressivamente. Na última terça-feira (17), o fundador da exchange Binance brincou e disse que está pobre após perder US$ 1,6 bilhão com a recente queda, cerca de R$ 7,9 bilhões em conversão direta.

Chanpeng Zhao, o CEO e fundador da Binance, publicou uma mensagem no Twitter e revelou que perdeu muito dinheiro com a queda da criptomoeda Terra, já que ele possui 15 milhões de tokens do ativo. A Binance recebeu a quantidade de criptomoedas após investir US$ 3 milhões no projeto em 2018 — até o momento, a exchange não vendeu os tokens.

“A Binance recebeu 15.000.000 LUNA (no pico, US$ 1,6 bilhão, agora não muito) como parte do investimento original (US$ 3 milhões). Retorno de 560x no pico”, publicou o comandante da Binance no Twitter. "Nunca movemos ou vendemos."

Perdeu tudo? Nem tanto

Até abril, o valor investido representava US$ 1,6 bilhão, contudo, após a queda, o valor das participações da Binance reduziu para apenas US$ 2.2 mil. É estimado que cerca de US$ 50 bilhões tenham sido retirados do ativo durante as últimas duas semanas.

Em 2021, a Binance arrecadou cerca de US$ 14,6 bilhões em taxas de negociaçãoEm 2021, a Binance arrecadou cerca de US$ 14,6 bilhões em taxas de negociaçãoFonte:  Unsplash 

De qualquer forma, é importante destacar que Zhao não ficou pobre, já que ele é responsável por uma empresa bilionária e possui patrimônio líquido de US$ 14,8 bilhões. Segundo a Forbes, a maior parte do patrimônio do bilionário vem de sua participação de 70% na Binance.

O CEO também pediu para a equipe da Terra ajudar os investidores afetados a recuperarem o investimento e, inclusive, afirmou que a exchange não deve receber prioridade nessa ação.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.