Bitcoin fica abaixo dos US$ 26 mil e registra queda anual de 45%

1 min de leitura
Imagem de: Bitcoin fica abaixo dos US$ 26 mil e registra queda anual de 45%
Imagem: Shutterstock

Após as recentes quedas, o preço do bitcoin caiu mais uma vez e, na manhã desta quinta-feira (12), o valor da criptomoeda desceu para abaixo de US$ 26 mil. É a primeira vez que o ativo atingiu um valor tão baixo desde dezembro de 2020 — só em 2022, a queda representou cerca de 45%.

Durante a madrugada, o bitcoin atingiu US$ 25.913, mas no início da tarde a moeda conseguiu crescer e ser cotada em média por US$ 29 mil. Infelizmente, o criptoativo é considerado um termômetro para as milhares de outras moedas do mercado e, por isso, muitas também entraram em queda.

Por conta da situação, o BNB (Binance Coin) caiu e chegou ao valor de US$ 220, enquanto o ETH (Ethereum) está custando em média US$ 2 mil — antes, ambas as moedas já chegaram a custar mais que o dobro do valor atual. Até o Thether, um tipo de versão do dólar considerada a maior moeda estável do mundo, registrou uma queda para US$ 0,95.

O bitcoin já custou o dobro do valor atualO bitcoin já custou o dobro do valor atualFonte:  Shutterstock 

Queda em ascensão

Em novembro de 2021, o bitcoin custava mais que o dobro do valor atual e isso é culpa de diversos fatores, como o crescimento da inflação em diversos países, a pandemia causada pelo coronavírus, a guerra da ucrânia e também por conta das altas taxas de juros.

Os analistas acreditam que o mercado está passando pelo famoso "bear market", que registra quedas e volatilidade recorrentemente. Contudo, muitos especialistas acreditam que o bitcoin ainda não atingiu o seu potencial total e deve entrar no "bull market" de crescimento quando a situação mundial se estabilizar.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes