Herdeiros anunciam e depois negam NFTs de obra de Picasso

1 min de leitura
Imagem de: Herdeiros anunciam e depois negam NFTs de obra de Picasso
Imagem: Associated Press
Avatar do autor

Falecido em 1973 aos 91 anos, o pintor espanhol Pablo Picasso quase estreou no mundo dos tokens não-fungíveis (NFTs). Entretanto, uma disputa familiar desmentiu e encerrou um projeto envolvendo o artista antes mesmo de ele começar.

O caso começou na última quarta-feira (26), com uma reportagem da Associated Press sobre o anúncio de um projeto envolvendo a neta do pintor, Marina Picasso, e Florian Picasso, filho dela e bisneto do artista.

Eles confirmaram que logo lançariam uma coleção de 1.010 "pedaços de arte digital" de um dos trabalhos em cerâmica de Pablo, que nunca foi visto publicamente e foi moldado pelo artista em 1958. De acordo com os dois herdeiros, essa seria uma forma de aproximar NFTs do mercado de arte de luxo convencional — além de levantar fundos para instituições de saúde e ativismo que alertam sobre mudanças climáticas.

A cerâmica que seria leiloada em forma de NFTs.A cerâmica que seria leiloada em forma de NFTs.Fonte:  Associated Press 

Eles ainda confirmaram que dois leilões seriam realizados em março na tradicional Sotheby's: um para a peça física e verdadeira e outro para os NFTs. "Acho que isso se encaixa dentro do legado de Picasso, porque estamos homenageando ele e a sua forma de trabalhar, que foi sempre ser criativo", explica Florian.

Controvérsia desmentida

No dia seguinte, entretanto, os advogados da família e detentores do espólio do artista a partir da Picasso Administration desmentiram o projeto a partir de uma nota enviada à agência de notícias.

A nota diz que a informação de que os herdeiros do pintor lançariam uma de suas obras digitalmente "é completamente errada" e que o projeto seria uma violação jurídica de suas obras. O principal problema é que Claude Ruiz Picasso, um dos filhos do pintor e atual gerente da Picasso Administration, não concordou com o projeto e, portanto, não autorizou oficialmente a venda.

Além disso, a Sotheby's negou que realizaria qualquer leilão relacionado a um NFT de Picasso. Por isso, agora Marina e Florian farão apenas lançamentos de obras próprias no setor de NFTs — o bisneto é DJ e produtor musical e pretende lançar algo no setor junto de músicos como o rapper Nas e o compositor John Legend. O projeto é chamado de Man on the Beat e nada tem a ver com as obras do lendário pintor.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.