5G pode causar caos na aviação, alertam companhias dos EUA

1 min de leitura
Imagem de: 5G pode causar caos na aviação, alertam companhias dos EUA
Imagem: Pixabay/Lars_Nissen/Reprodução

O setor aéreo dos Estados Unidos entrou em rota de colisão com as companhias telefônicas AT&T e a Verizon por conta do lançamento da tecnologia 5G. Os CEOs das 10 maiores empresas de aviação do país dizem que a interferência do serviço de internet podem provocar mais danos ao tráfego aéreo do que era imaginado inicialmente.

A banda C do novo serviço 5G utiliza um segmento do espectro de rádio bem próximo ao utilizado pelos altímetros, que são dispositivos que medem a altura das aeronaves em relação ao solo. Dessa forma, milhares de voos podem ser suspensos ou atrasados se a tecnologia for utilizada perto de grandes aeroportos.

A AT&T e a Verizon, duas das principais companhias de telefonia móvel dos EUA, rejeitaram o pedido do governo federal de adiar a ativação de seu novo serviço sem fio 5G, após dois atrasos anteriores do plano original para lançamento no início de dezembro.

O que dizem os órgãos oficiais dos EUA

Altímetro de grandes aeronaves podem ser afetados por tecnologia 5G. (Fonte: Pixabay/WikimediaImages/Reprodução)Altímetro de grandes aeronaves podem ser afetados por tecnologia 5G. (Fonte: Pixabay/WikimediaImages/Reprodução)Fonte:  Pixabay/WikimediaImages/Reprodução 

A Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês), que administra os leilões de espectro de rádio, determinou que a banda C poderia ser usada com segurança nas proximidades do tráfego aéreo. Em 2020, o órgão estabeleceu um buffer entre a banda 5G e o espectro que os aviões usam para resolver quaisquer problemas de segurança.

Mas a Administração Federal de Aviação (FAA), responsável pela segurança do tráfego aéreo nos EUA, identificou um problema em potencial. A FAA disse que liberou quase metade (45%) "da frota comercial do país para realizar pousos de baixa visibilidade em muitos dos aeroportos onde a banda C do 5G será implantada."

O órgão acrescentou que aprovou "dois modelos de rádio altímetro instalados em uma ampla variedade de aviões Boeing e Airbus". Ainda assim, a agência afirma que voos em alguns aeroportos podem ser afetados.

5G nos aeroportos de outros países

As companhias telefônicas argumentam que cerca de 40 países implantaram a banda C do 5G sem relatos de interferência prejudicial com equipamentos de aviação. Ainda assim, o CEO da AT&T, John Stankey, e o CEO da Verizon, Hans Vestberg, se ofereceram para reduzir o poder de suas redes 5G perto de aeroportos, como já foi realizado na França, para evitar problemas nos voos.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.