Prefeitura do Rio de Janeiro investirá em Bitcoin, diz prefeito

1 min de leitura
Imagem de: Prefeitura do Rio de Janeiro investirá em Bitcoin, diz prefeito
Imagem: CoinDesk
Avatar do autor

Na última quinta-feira (13), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou que pretende direcionar parte do Tesouro da cidade para investimentos em criptomoedas. O comunicado foi feito no evento "Rio Innovation Week", durante uma palestra sobre a transformação de cidades em polos tecnológicos — que também contou com a participação do atual prefeito de Miami (Flórida, Estados Unidos), Francis Suarez, experiente no nicho.

Durante sua fala, Paes afirmou que lançará o projeto "Cripto Rio" e especificou que pretende investir 1% do Tesouro nos ativos digitais. Nesse mesmo contexto, o prefeito também prometeu a chegada de investimentos futuros no chamado Portomara Valley, que pertence ao Porto Maravilha e possui isenção fiscal para empresas no setor da tecnologia.

Atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. (Fonte: Rio Innovation Week via Instagram / Reprodução)Atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. (Fonte: Rio Innovation Week via Instagram / Reprodução)Fonte:  Rio Innovation Week via Instagram 

Descontos como incentivo para adoção

Em um comentário cedido ao jornal O Globo, o Secretário de Fazenda e Planejamento do Município do Rio de Janeiro, Pedro Paulo, compartilhou mais informações sobre a empreitada da prefeitura: "Estamos criando um grupo de trabalho que vai desenvolver o Rio como um hub de criptomoedas," contextualiza.

Adiante, Paulo continua a fala explicando sobre as possíveis vantagens para o usuário, incluindo desconto no pagamento do IPTU com criptomoedas. "Estamos estudando a possibilidade de pagar impostos com desconto adicional se você pagar com bitcoins," explica, "você pega o desconto da cota única de 7%, faria 10% se pagar em Bitcoin," conclui ele.

Antes tarde do que nunca?

Caso o projeto seja implementado, a cidade do Rio de Janeiro se juntará à tendência internacional de adoção das criptomoedas, representada por países como El Salvador e por cidades como a própria Miami. No entanto, conforme pontuado pelo Valor Investe, a Cidade Maravilhosa não é a pioneira do estado carioca nesse tópico.

Esse destaque ficou para o município de Maricá, localizada a 40 km de Niterói, que passou a oferecer impostos reduzidos para empresas ligadas a criptomoedas com projetos sustentáveis e gestoras de fundos verdes.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.