Descubra o que é o Consumer Electronics Show

3 min de leitura
Imagem de: Descubra o que é o Consumer Electronics Show
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Anualmente, em Las Vegas, no estado americano de Nevada, um evento internacional chama a atenção dos consumidores de eletrônicos do mundo inteiro. Trata-se do Consumer Electronics Show (CES — Exposição de Eletrônicos de Consumo), que, em 2022, vai acontecer entre os dias 5 e 8 de janeiro. Inúmeras empresas participam da mostra, anunciando diversas novidades e deixando em evidência seus principais produtos.

Por conta da pandemia do coronavírus, algumas mudanças precisaram ser realizadas nos últimos anos. Contudo, a expectativa dos organizadores é que a próxima edição retome algumas de suas principais características. Dessa forma, conheça mais o CES lendo nosso texto completo!

Edição de 2022 do Consumer Electronics Show ocorrerá entre os dias 5 e 8 de janeiro. (CES/Reprodução)Edição de 2022 do Consumer Electronics Show ocorrerá entre os dias 5 e 8 de janeiro. (CES/Reprodução)Fonte:  CES/Reprodução 

Consumer Electronics Show: como tudo começou?

Em 1967, o evento teve a 1ª edição realizada em Nova York. Alguns anos mais tarde, em 1978, as empresas se articulavam para participar da exposição cerca de 2 vezes ao ano, algo que foi descontinuado em 1994. Dessa maneira, havia o Winter Consumer Electronics Show, em Las Vegas, anualmente no mês de janeiro, e também o Summer Consumer Electronics Show, em Chicago, entre os meses de junho e julho.

Considerada a mais antiga e importante feira comercial do segmento, curiosamente, em 1967, a 1ª edição foi um tanto quanto discreta, apesar de mais de 17 mil pessoas terem passado pelos salões do hotel em que foi realizada. Naquela época, pouco menos de 200 exibidores apresentaram invenções verdadeiramente futuristas.

CES 2022Fonte: CES/ Reprodução

Obviamente, as grandes novidades do período estavam ligadas a novos modelos de rádio e aparelhos de televisão, tendo em vista que, entre os anos 1960 e 1970, esses produtos continuavam em alta, e as pessoas queriam saber o que poderia ser melhorado a partir do que já conheciam.

Contudo e aos poucos, empresas como Panasonic, Philips, Motorola, Toshiba e Sony desenvolveram itens que cativaram a audiência de todas as formas, atraindo a atenção de mais pessoas, gradualmente, para a feira. Dessa maneira, o local de realização precisou ser trocado e mais salões de hotéis foram requisitados, passando, em 1971, para a cidade de Las Vegas.

Mesmo sendo considerado um evento restrito e de nicho, os números foram crescendo, sobretudo por conta da reputação adquirida. Todas as empresas já sabiam que, ao anunciar qualquer novidade de sua companhia por meio do CES, conseguiriam seu grande objetivo de aumentar as vendas.

Talvez por conta disso, muitas delas queriam surpreender o público sempre que possível, e itens de consumo corriqueiros se tornaram febre entre o público sem qualquer tipo de esforço extra por parte dos fabricantes. É o caso, por exemplo, dos fones de ouvido lançados nessa edição de 1971, que figuraram no topo dos produtos mais requisitados também por conta do preço que finalmente estava mais acessível.

Curiosidades do Consumer Electronics Show

O magnata empresário Bill Gates, fundador da Microsoft, uma das maiores empresas de seu segmento, já participou diversas vezes do evento, inclusive, para apresentar ao mundo alguns produtos de sua companhia que mais tarde se tornaram sucesso de vendas. É o caso do Microsoft Xbox, exibido pela 1ª vez na edição de 2001.

CES 2022Fonte: CES/ Reprodução

Foi também no Consumer Electronics Show que o público conheceu o Video Cassette Recorder (VCR), em 1970; o Digital Versatile Disc (DVD), em 1996; e também o PlayStation 5 (PS5), mais recentemente, em 2020.

Logo, grandes novidades contemporâneas costumam passar pelo crivo daqueles que estão presentes na mostra, sobretudo porque ela reúne jornalistas de diferentes veículos de comunicação, empresários de todos os ramos e alguns apaixonados por tecnologias.

Apesar disso, o CES não está aberto ao público. É preciso ser convidado para poder acompanhar todas as novidades de perto. Mesmo assim, com o envolvimento cada vez mais constante das plataformas digitais entre a população, é possível acompanhar algumas palestras, entrevistas e outras questões que são apresentadas ao longo do evento com acesso à internet.

O que esperar da próxima edição do Consumer Electronics Show?

Infelizmente, ainda por conta do momento pandêmico que vivemos, existem algumas problemáticas ligadas à edição de 2022 do CES. Inclusive, nos últimos dias, algumas empresas, como Amazon, Meta e Twitter, acabaram desistindo de participar do evento presencial por conta do surto da variante ômicron nos Estados Unidos.

CES 2022Fonte: CES/ Reprodução

No entanto, outras empresas — como LG, Samsung, Sony, Google, Qualcomm, OnePlus e HTC — devem comparecer ao evento apresentando mudanças em seus respectivos cronogramas, mas ainda se mantêm em alerta sobre as circunstâncias atuais.

Por enquanto, a Consumer Technology Association (CTA), organizadora do CES, não falou nada sobre uma nova edição virtual, como a de 2021, e garantiu que todas as medidas de segurança serão respeitadas. Segundo eles, para participar do evento, os presentes deverão estar vacinados e testados contra a covid-19.

Vamos aguardar mais novidades!

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes