Sucesso do Bitcoin não deve durar muito tempo, indica acadêmico

1 min de leitura
Imagem de: Sucesso do Bitcoin não deve durar muito tempo, indica acadêmico
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Após a descoberta da variante ômicron do coronavírus SARS-CoV-2, o Bitcoin começou a entrar em queda, chegando a operar até mesmo em valores na casa dos US$ 45 mil. Segundo Eswar Prasad, professor sênior de políticas de comércio internacional na Universidade Cornell, a moeda deve continuar caindo e deixar de se tornar a criptomoeda mais popular do mercado.

Além de professor, Prasad também é autor do livro "The Future of Money: How the Digital Revolution is Transforming Currencies and Finance" (O futuro do dinheiro: como a revolução digital está transformando moedas e finanças, em português). O especialista acredita que a tecnologia do Bitcoin já não é mais tão eficiente, e ele não é o único.

Outros analistas acreditam que a moeda afeta a sustentabilidade do mundo por necessitar de quantidades abusivas de energias que, na maioria das vezes, não são sustentáveis.

O valor do Bitcoin caiu até US$ 45.916 na manhã desta sexta-feira (17)O valor do Bitcoin caiu até US$ 45.916 na manhã desta sexta-feira (17)Fonte:  CoinGecko 

Blockchain: o futuro das finanças

Apesar de não confiar na jornada do Bitcoin, Prasad diz que a tecnologia de blockchain será fundamental e transformadora em como as pessoas e empresas conduzem as transações financeiras.

“Visto que o Bitcoin não está servindo bem como meio de troca, não acho que ele terá qualquer valor fundamental além de qualquer valor que a fé do investidor o leve a ter. Por mais que você não goste de Bitcoin, ele realmente desencadeou uma revolução que pode nos beneficiar a todos, direta ou indiretamente”, disse o acadêmico ao jornal CNBC.

Conforme revelado pelo autor, o nascimento do Bitcoin criou uma realidade onde as moedas digitais podem beneficiar a sociedade e até criar mais opções, possibilitando inclusão financeira descentralizada entre pessoas de todos os gêneros, raças e classes sociais.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes