Procon-RJ notifica Amazon e Americanas por ofertas na Black Friday

1 min de leitura
Imagem de: Procon-RJ notifica Amazon e Americanas por ofertas na Black Friday
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

O Procon-RJ notificou oficialmente as lojas Amazon e Americanas.com (B2W), além da página oficial da fabricante Philips. Todas foram acusadas de modificar preços para sugerir que o desconto durante a Black Friday deste ano, realizada em 26 de novembro, era realmente generoso.

No caso das duas primeiras, a acusação é uma ação já clássica do comércio eletrônico: alterar o preço original dias antes da Black Friday. No caso da Amazon, uma Smart TV de 82" da Samsung modelo TU8000 chegou a custar R$ 8.559 sem descontos dias antes, enquanto em 26 de novembro ela passou a custar R$ 16.799. Algo similar ocorreu com um notebook da LG, que disparou de valor na data.

Na loja Americanas, um televisor similar também passou de R$ 8.999,99 para R$ 9.999,99, ganhando um mesmo desconto de 10% que era oferecido dias antes — ou seja, sem de fato oferecer algo vantajoso durante a Black Friday.

No caso da Philips, o problema estava na "Oferta Secreta" da marca, uma promoção de R$ 209,90 por R$ 89,90 que não informava qual era o produto que podia ser adquirido — o que significa que não era possível conferir se o desconto era de fato verdadeiro.

Segundo o Procon-RJ, a multa pode chegar até R$ 10 milhões por empresa, dependendo do caso. As companhias têm 15 dias para apresentar uma defesa.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.