Google flexibiliza pagamentos na Play Store para a Coreia do Sul

1 min de leitura
Imagem de: Google flexibiliza pagamentos na Play Store para a Coreia do Sul
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A Google anunciou nesta quinta-feira (4) uma mudança no formato de pagamentos para dispositivos móveis com Android na Coreia do Sul.

A partir de agora, a empresa vai exibir formas de pagamento terceirizadas ao lado do formato tradicional de cobrança da Google Play Store, caso o aplicativo em questão tenha microtransações ou cobrança por assinatura, como é o caso de serviços de streaming.

Por que só lá?

A medida vale apenas para o território sul-coreano por causa de uma lei aprovada no final de agosto de 2021 no país. A regra limitou o controle rígido exercido por Google e Apple em seus respectivos ambientes mobile, exigindo que a forma padrão de pagamentos das marcas — que envolvia uma taxa obrigatória que chegava a 30% dos valores — não seja mais a única disponibilizada ao usuário.

Por isso, não há qualquer tipo de previsão para que a mudança seja expandida para outros países que não possuam essa obrigação judicial. De qualquer forma, a Google já realizou duas reduções nas taxas cobradas da Google Play — tanto para apps com assinatura quanto para desenvolvedores que arrecadam valores inferiores a US$ 1 milhão anual.

"Essas mudanças vão permitir que nós obedeçamos à lei, além de continuar investindo no Android e na Google Play, além de garantir uma experiência de usuário fluida, segura e confiável que as bilhões de pessoas esperam da Google Play", diz a Google na postagem que confirma as mudanças.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.