Leilão do 5G: Vivo, Claro e Tim arrematam principal faixa de 3,5 GHz

2 min de leitura
Imagem de: Leilão do 5G: Vivo, Claro e Tim arrematam principal faixa de 3,5 GHz
Imagem: Shutterstock/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Acontece nesta quinta-feira (4) o leilão do 5G proposto pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O principal bloco (B), de 3,5 GHz (80 MHz), que deve agir de forma mais direta com o consumidor (e de maneira nacional), foi arrematado por três companhias: Claro S.A., Telefônica Brasil S.A. (Vivo) e Tim S.A. Respectivamente, as companhias adquiriram os lotes B01 por R$ 338 milhões, B02 por R$ 420 milhões e B03 por R$ 351 milhões.

A Winity II Telecom Ltda., do Fundo Pátria, arrematou o primeiro lote leiloado, de 700 MHz, e deverá inaugurar uma nova operadora de telefonia móvel no país. O lance da companhia chegou a R$ 1,42 bilhão. As operadoras não realizaram lances para o quarto bloco, que será dividido em quatro blocos regionais de 20 MHz.

A operação do 5G nas capitais brasileiras deverá acontecer até julho de 2022, como previsto nas regras do edital do leilão. A frequência de 3,5 GHz é considerada a de maior importância para o 5G, já que permite uma conexão mais veloz e mais estável com múltiplos dispositivos conectados.

O leilão do 5G oferta as faixas de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz. Com expectativa de ser encerrado amanhã (05), a Anatel espera que o leilão movimente R$ 49,7 bilhões. Entre as obrigações das companhias, está a criação de uma rede privativa para o governo federal.

Vencedores por lotes

As três operadoras também fizeram lances no bloco D (20 MHz), somando 100 GHz da oferta da banda de 3,5 GHz. A Claro arrematou o lote D33 por R$ 80,338 milhões, a Tim o D34 por R$ 80,337 milhões e a Vivo o D35, também por R$ 80,337 milhões.

Os lotes E01 (R$ 72 milhões), E03 (R$ 750 milhões), E05 (R$ 150 milhões), E06 (R$ 210 milhões) e E08 (R$ 32 milhões) também foram adquiridos pela operadora Claro. O lote E04 foi arrematado pela Brisanet por R$ R$ 111.385.864,11, enquanto o E07 foi adquirido pela Telefônica Brasil (Vivo) por R$ 176,4 milhões.

Nos lotes nacionais, a divisão dos vencedores do leilão ficou da seguinte forma para a faixa de 3,5 GHz, que será oferecida em lotes regionais:

  • Sercomtel: arrematou o lote C02 por R$ 82 milhões

  • Brisanet: arrematou os lotes C04 e C05 por R$ 1,25 bilhão e R$ 105 milhões, respectivamente

  • Consórcio 5G Sul: arrematou o lote C06 por R$ 73,6 milhões

  • Cloud2U: arrematou o lote C07 por R$ 405,1 milhões

  • Algar Telecom: arrematou o lote C08 por R$ 2,35 milhões

*Matéria em atualização...

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.