Bitcoin pode chegar a US$ 146 mil, afirma banco JPMorgan

1 min de leitura
Imagem de: Bitcoin pode chegar a US$ 146 mil, afirma banco JPMorgan
Imagem: TamimTaban/Pixabay
Avatar do autor

Maior banco dos EUA, e terceiro do mundo, o JPMorgan renovou em um relatório recente seu prognóstico feito no início deste ano de que o Bitcoin pode atingir um valor de US$ 146 mil (R$ 819 mil) em longo prazo. Para isso, é preciso que sua volatilidade diminua e que as instituições financeiras comecem a adotá-lo em suas carteiras, como uma opção ao ouro.

Na declaração aos investidores, feita como parte da inauguração de um novo serviço de análises financeiras focadas em investimento alternativos, os estrategistas afirmaram que os criptoativos "devem continuar a apresentar desempenho superior em 2022". Nesse sentido, o Bitcoin, em razão de sua escassez, é um produto destinado a competir cada vez mais com o ouro como uma espécie de hedge cambial.

Falando ao Business Insider, o estrategista do JPMorgan Nikolaos Panigirtzoglou explicou que "o ressurgimento de preocupações com a inflação entre os investidores durante setembro/outubro de 2021 parece ter renovado o interesse no uso do Bitcoin como uma proteção contra a inflação". Para o analista, o fenômeno inflacionário permanece em alta nos Estados Unidos, e disparou perigosamente no mundo durante a pandemia.

A volatilidade do Bitcoin

Fonte: Quote Inspector/ReproduçãoFonte: Quote Inspector/ReproduçãoFonte:  Quote Inspector 

Embora Panigirtzoglou afirme que existem "poucas dúvidas" de que a competição entre Bitcoin e ouro continue, principalmente quando se leva em conta a preferência dos millennials pelas criptos, seus colegas de banco fazem uma importante ressalva ao preço-alvo teórico do ativo digital. De acordo com o relatório a investidores, a volatilidade do Bitcoin é um obstáculo a que a moeda funcione justamente como uma proteção de ativos de renda variável.

Os analistas citam especificamente a grande variação ocorrida no preço da criptomoeda nos meses de abril e maio deste ano, quando registrou uma queda de quase 50% do seu valor de pico. Graças as idas e vindas, o JPMorgan afirma que um preço "justo" atualmente seria US$ 35 mil; o ativo está cotado em US$ 62 mil. Por outro lado, a instituição acredita que, com o fim da volatilidade, o Bitcoin pode alcançar US$ 73 mil até o próximo ano.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.