CEO da Nothing acusa concorrente gigante de manipular mercado

1 min de leitura
Imagem de: CEO da Nothing acusa concorrente gigante de manipular mercado
Imagem: Nothing
Avatar do autor

O CEO da Nothing e antigo chefe da OnePlus, Carl Pei, publicou um texto pessoal no blog da fabricante para celebrar algumas conquistas da ainda jovem companhia em seu primeiro ano de existência.

De acordo com o executivo, as metas foram atingidas: o vídeo de divulgação dos fones de ouvido sem fio Ear (1) passou de um milhão de visualizações e, até agora, foram realizadas 320 mil reservas.

Desse total, 180 mil pares do modelo já foram enviados e a empresa está correndo contra o tempo para atender toda a demanda. A ideia é que startup comercialize 600 mil unidades dessa primeira geração, que foi apresentada em julho de 2021 depois de um marketing que chamou bastante atenção do mercado pela proposta.

Obstáculos no caminho

Além de agradecer aos 158 funcionários, os investidores e toda a comunidade, Pei também deu uma alfinetada em uma rival gigante que, supostamente, teria tentado prejudicar o acesso da marca a componentes-chave da fabricação dos fones Ear (1). Ele não explicou o quanto isso limitou a produção dos aparelhos ou detalhou se o problema foi resolvido.

"Para dar alguma graça, também tivemos um grande participante nos atacando na cadeia de fornecimento ao tentar bloquear nosso acesso a componentes importantes. Nós devemos levar isso como um sinal de respeito", disse o executivo, sem citar nomes.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes