Samsung pode ser proibida de vender 61 celulares na Rússia

1 min de leitura
Imagem de: Samsung pode ser proibida de vender 61 celulares na Rússia
Imagem: Unsplash
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Na Rússia, a Samsung está travando uma batalha legal relacionada a uma infração de patente do serviço Samsung Pay que pode ter graves consequências para a companhia. Recentemente, a corte russa decidiu que 61 smartphones da marca não poderão ser comercializados no país por causa do processo.

A lista de celulares proibidos inclui os modelos que rodam o sistema de pagamento da empresa sul-coreana. Ou seja, todos os principais lançamentos da empresa foram afetados pela decisão, incluindo os novos dobráveis Galaxy Z Fold 3 e Z Flip 3.

Aprovada em primeira instância, a decisão ainda não é obrigatória e a Samsung pode continuar suas vendas atualmente no país, enquanto o processo segue em andamento. A empresa já recorreu judicialmente para evitar que a ação legal vá para frente.

Segundo as informações, o serviço de pagamento da gigante sul-coreana infringe patentes da Sqwin Sa, uma companhia suíça de pagamentos. Apesar disso, a Samsung já fez um apelo contra a decisão e ainda não está legalmente obrigada a deixar de vender os aparelhos.

Os modelos Galaxy Z Fold 3 e Z Flip 3 estão na listaOs modelos Galaxy Z Fold 3 e Z Flip 3 estão na listaFonte:  Unsplash 

Essa patente é minha!

A depender dos desdobramentos, os próximos meses podem abalar as vendas da empresa, já que a Samsung é a segunda empresa que mais comercializa smartphones na Rússia — no segundo trimestre de 2021, o número representou 28,3% do mercado, só perdendo para a Xiaomi (32,8%).

Tudo começou em 2013, quando Victor Gulchenko entrou com um pedido de patente que, só em 2019, foi oficialmente registrado pela Sqwin Sa. O problema é que a Samsung introduziu o Samsung Pay em 2015 e começou a oferecê-lo na Rússia um ano depois.

Atualmente, o Samsung Pay é um dos serviços de pagamento sem contato mais usados no mundo, com 17% de todas as transações. Só o Apple Pay (30%) e Google Pay (32%) ficam na frente. Inclusive, a ação legal também pode render problemas para os outros serviços de pagamento que operam no país.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.