Apple e Google são processadas por uso de cancelamento de ruído

1 min de leitura
Imagem de: Apple e Google são processadas por uso de cancelamento de ruído
Imagem: Jawbone
Avatar do autor

A fabricante de dispositivos vestíveis e acessórios Jawbone abriu um processo contra as gigantes Google e Apple, acusadas de infringirem patentes registradas originalmente pela empresa. A ação judicial foi movida em uma corte do estado norte-americano do Texas.

Segundo a Jawbone, a dupla incorporou recursos tecnológicos em dispositivos móveis, alto-falantes e fones de ouvido sem permissão. A empresa alega que oito patentes em seu nome, desenvolvidas ao longo dos últimos anos, foram infringidas, todas relacionadas ao recurso que reduz ruídos externos para quem está de fones de ouvido.

O que teria acontecido?

Originalmente, os recursos foram utilizados pela Jawbone em contratos do meio militar. Em 2017, a marca passou por dificuldades financeiras e teve que vender boa parte dos ativos — que teriam sido oferecidos para Apple e Google, porém recusados. A Maçã chegou até mesmo a comercializar produtos da empresa, como caixas de som, em seu site oficial.

Atualmente, uma marca chamada Jawbone Innovations detém a licença do nome e das patentes, sendo a responsável pelo processo.

O caso não é inédito: a Jawbone já havia processado a sul-coreana Samsung pelo mesmo motivo. A ação judicial foi registrada em maio e ainda não teve o julgamento encerrado. Em nota, a Google afirmou que vai se defender no tribunal, enquanto a Apple não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.