A Jawbone é uma marca muito conhecida por oferecer soluções de áudio inteligentes combinadas a boas ideias em design. A empresa já conquistou o coração de muitos consumidores lá fora com produtos de alta qualidade.

Agora, a fabricante pretende bater de frente com marcas como a Logitech, Bose e outras que oferecem caixas acústicas portáteis com uma potência adicional. Já faz algum tempo que ela lançou a Big Jambox, uma caixa de som com tecnologia Bluetooth que se destaca pelo tamanho avantajado.

Pois é, enquanto muitas concorrentes oferecem caixinhas de som, a Jawbone chega com uma peça que é uma “caixona”. O tamanho considerável serve para guardar dois alto-falantes pequenos e dois radiadores, o que promete equilíbrio perfeito entre agudos e graves.

Além do som vigoroso, a Jawbone relata que sua caixa acústica é uma das poucas a conseguir alcançar a incrível marca de 15 horas de bateria! Será que ela é realmente tão boa quanto parece? Nós realizamos diversos testes com o produto e agora damos nosso veredito, mas claro que antes vale uma pausa para conferir algumas especificações.

Especificações

Design de primeira!

Quando o assunto é design, a Jawbone consegue se destacar facilmente. A fabricante da Big Jambox aposta na simplicidade, mas faz o dever corretamente. Ela acertou em cheio no desenvolvimento do projeto visual da sua nova caixa, mesclando com inteligência alguns conceitos modernos e outros que dão um ar retrô.

Ainda que seja bem quadrada, ela tem um charme especial, principalmente no modelo vermelho que pegamos para testes. Os quatro lados são revestidos com tela de metal, ideal para que o som possa se espalhar pelo ambiente. A inclusão de baixos relevos não tem um propósito aparente, mas deixa o design curioso e dá essa sensação de que o produto prima por conceitos mais antigos.

Na parte de cima, os botões emborrachados facilitam o acesso às funcionalidades. Aqui está um toque mais recente em questão de design, já que esses itens trazem ícones simplificados. Através dos botões, é possível verificar a porcentagem de bateria, pausar a música, controlar a ordem das faixas e regular o volume.

Na lateral, há um botão para ligar e desligar e outro para facilitar o pareamento. No mesmo lado, ainda temos conexão de áudio (tipo padrão, que facilita a vida de todo mundo), USB (que serve unicamente para transferir atualizações de firmware e novas vozes para a caixa) e energia (este produto vem com uma fonte de alimentação especial, não sendo possível recarregá-la via porta USB).

Pareamento e conectividade

Ainda que seja um produto moderno, a Big Jambox peca em alguns pontos. Primeiro, é importante ressaltar que ela não vem com tecnologia NFC, o que dificulta um pouco o procedimento de pareamento. Sem tal funcionalidade, você é obrigado a usar o botão de sincronização que fica na lateral da caixa. Não é o fim do mundo, mas poderia ser mais prático!

A conexão entre o smartphone e a Big Jambox se dá de forma muito rápida, ainda mais que a Jawbone oferece um aplicativo (para iOS e Android) que facilita o processo. Ela se conecta com múltiplos aparelhos simultaneamente. Na teoria, isso seria muito bom, mas acontece que ela acaba se confundindo e a festa pode acabar rapidamente.

A caixa da Jawbone simplesmente não sabe qual aparelho deve priorizar, de modo que um dispositivo pode interferir durante a transmissão de áudio de outro. Se você tem amigos sacanas conectados, eles podem acabar com a festa e sobrepor suas músicas.

A conexão de som sem fios é muito limpa e garante bons resultados. É possível se afastar cerca de 15 metros (sem barreiras, claro) e continuar curtindo o som. Quando há paredes no caminho, esse número cai para 10 metros.

Bateria não é tudo o que promete

Conforme citamos no começo do texto, a Jawbone promete que a bateria da Big Jambox pode aguentar até 15 horas de reprodução simultânea. Na propaganda, isso soa como algo fantástico, afinal, é energia suficiente para passar o dia todo na festa da piscina curtindo música sem parar.

Na prática, o resultado é bem diferente. Para alcançar tal resultado, você precisa usar um cabo de áudio e deixar o volume em nível baixo. Usando o Bluetooth, é possível chegar nesse número, mas o volume precisa estar no mínimo e o celular precisa ficar perto da caixa. Assim, dá no mesmo não usar a caixa, pois o volume mínimo não é mais alto do que os alto-falantes de um smartphone.

Para utilização no dia a dia, a bateria da Big Jambox deve aguentar no máximo 10 ou até 12 horas, com o volume em um nível aceitável e usando a tecnologia Bluetooth. Claro, esse resultado ainda é impressionante e mais do que suficiente para muita gente. É válido ressaltar que a recarga do componente energético é feita com uma fonte de alimentação própria, que garante a restauração completa da energia em pouco mais de duas horas.

Peso excessivo

Talvez o pior problema é que a Big Jambox não é tão portátil. Justamente por conta dos radiadores que garantem os graves de qualidade, o peso acaba aumentando significativamente.

Ela tem cerca de 1,2 kg, o que é um pouco mais do que muitos notebooks modernos. Claro, não é impossível carregá-la de um lado para o outro, mas não experimente levá-la na mochila durante uma caminhada, porque o peso vai incomodar um bocado.

Qualidade de som de cair o queixo!

Agora, falando do que realmente importa, o som desta caixa da Jawbone é realmente impressionante! O nível de volume é muito elevado e dá pra preencher facilmente grandes salas. Aliás, já adiantamos que não recomendamos o produto para quem pretende adquirir um produto voltado a ambientes pequenos, pois esta caixa é até um exagero!

Nós a testamos em locais apertados e podemos dizer que o som fica tão alto que não dá nem para conversar. Quem está pertinho e ouvindo ao vivo nem acredita que uma caixa de som portátil é capaz de fazer tanto barulho de qualidade.

A Big Jambox reproduz muito bem os graves e médios, deixando a desejar apenas nos agudos, mas pequenas distorções ocorrem somente no volume máximo e em algumas poucas músicas. No geral, o som é mais do que satisfatório e deve impressionar todos os seus amigos.

No aplicativo para Android, dá pra ativar uma opção chamada Live Audio, que equaliza os sons e tenta deixar os graves ainda mais reforçados. Nem sempre fica bom, mas vale experimentar. Para finalizar, devemos ressaltar que, desta vez, o app para Android está melhor do que o de iPhone (nós testamos no iPhone 6 Plus). O software para iOS tem poucos recursos e não consegue gerenciar a Big Jambox corretamente. Um update deve resolver isso em breve.

Vale a pena?

Bom, dito tudo isso, você possivelmente deve estar convencido de que achou a caixa de som perfeita para suas festas. De fato, ela é ideal para locais com muitas pessoas e ambientes abertos, se destacando por conseguir entregar um som bem equalizado e com graves reforçados.

A Big Jambox peca muito na questão do peso, mas equilibra essa situação ao oferecer uma bateria que consegue fornecer energia por muitas horas consecutivas de música — apesar de não durar tanto quanto esperávamos.

Conforme citamos acima, os únicos inconvenientes são o peso excessivo, a falta de NFC e o aplicativo limitado no iPhone. Com tudo isso dito, nós certamente indicamos a compra do produto para quem mora fora do Brasil, onde o preço estipulado é de 220 dólares.

Para os brasileiros, a compra é inviável e ilógica, já que esta caixa da Jawbone custa 1.700 reais no site da Apple Brasil. Lamentável! Assim, só vale comprar esta caixa se você for viajar para o exterior.

Cupons de desconto TecMundo: