21% dos brasileiros usam bloqueadores de chamadas, diz pesquisa

1 min de leitura
Imagem de: 21% dos brasileiros usam bloqueadores de chamadas, diz pesquisa
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

As ligações indesejadas são um grande incômodo para os usuários de telefones celulares no Brasil, fazendo-os buscar ferramentas de bloqueio. É o que revela uma nova pesquisa "Panorama Mobile Time/Opinion Box", divulgada na quinta-feira (16).

O estudo “Chamadas indesejadas no Brasil 2021”, encomendado pela empresa First Orion, mostrou que 21% dos brasileiros usam apps para bloquear ligações, sejam de centrais de telemarketing, números desconhecidos ou cobrança indevida. A tecnologia pode ser encontrada em versões gratuitas e pagas, nos sistemas Android e iOS.

Além disso, 30% dos entrevistados disseram que seus telefones trazem esse recurso de forma nativa, sem a necessidade de baixar e pagar por soluções externas. Apesar disso, 59% deles se mostraram propensos a trocar a atual operadora por outra que ofereça um serviço eficaz de bloqueio de ligações indesejadas.

O Procon e a Anatel também oferecem meios de bloquear as ligações indesejadas.O Procon e a Anatel também oferecem meios de bloquear as ligações indesejadas.Fonte:  Freepik 

Quase metade dos participantes também relatou que evita atender chamadas de números desconhecidos, com medo de golpes telefônicos. Neste grupo, os jovens (16 a 29 anos) são os que mais tendem a ser vítimas de fraudes por telefone, de acordo com o levantamento.

“Não Me Perturbe”

Criado por meio de parceria entre a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e as operadoras, o serviço “Não Me Perturbe” permite cadastrar o telefone para bloquear ligações de telemarketing, funcionando como uma alternativa aos apps. A pesquisa mostrou que a população conhece a iniciativa, mas poucos a utilizam.

Quase metade dos entrevistados (49%) sabem da existência do serviço que bloqueia chamadas de operadoras e instituições financeiras, mas apenas 21% cadastrou seu número. Entre os que utilizam, 75% gostaram do resultado apresentado, reduzindo as ligações indesejadas.

Realizada entre os dias 8 e 15 de junho deste ano, a pesquisa ouviu 2.125 brasileiros com 16 anos ou mais, que possuem smartphones e acessam a internet. O levantamento tem margem de erro de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.