Mercado de HDs bate recorde histórico no 2º trimestre

1 min de leitura
Imagem de: Mercado de HDs bate recorde histórico no 2º trimestre
Imagem: manseok Kim/Pixabay/Reprodução
Avatar do autor

Fabricantes de discos rígidos (HDs ou HDDs) bateram, no segundo trimestre de 2021, o recorde mundial de capacidade de armazenamento entregue. No total, Seagate, Toshiba e Western Digital, líderes do setor, comercializaram cerca de 351,4 EB (Exabytes), um aumento de 45% na comparação com o mesmo período de 2020 – resultado 22% superior ao do primeiro trimestre deste ano, de acordo com dados da TrendFocus.

Ainda segundo a TrendFocus, as companhias venderam 67,6 milhões de unidades, 8,8 milhões a mais que em 2020 e 3,2 milhões acima do visto no intervalo entre janeiro e março – sendo 19 milhões delas direcionadas ao mercado corporativo.

Por outro lado, quando se analisa o montante de componentes, nota-se uma queda expressiva no decorrer dos anos, pois em 2011 a soma chegava a 180 milhões de HDDs – época em que as três empresas produziram somente 100 EB por trimestre.

Capacidade de componentes teve alta histórica!Capacidade de componentes teve alta histórica!Fonte:  K. Mishina/Pixabay/Reprodução 

Haja armazenamento!

A demanda crescente é atribuída, em partes, à expansão de data centers e à ampliação do número de mineradores de criptomoedas como a Chia, que é baseada em armazenamento de dados. Aliás, a TrendFocus afirma que drives nearline e empresariais de alta capacidade (média de 12,8 TB) acumularam 243 EB, enquanto 48,6 milhões de HDDs de 2,33 TB em média somaram 108,4 EB. No panorama geral, a média de armazenamento foi de 5,45 TB no período.

Por fim, falando de valores, Seagate, Toshiba e Western Digital faturaram US$ 6,2 bilhões (R$ 32,5 bilhões, em conversão direta) – crescimento de 20% em relação ao que conquistaram em 2020 e uma recuperação expressiva face aos cerca de US$ 5,5 bilhões do ano passado (R$ 28,8 bilhões).

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.