Conheça Proxxima, a nova operadora de celular do Nordeste

1 min de leitura
Imagem de: Conheça Proxxima, a nova operadora de celular do Nordeste
Avatar do autor

Uma nova operadora competitiva surgiu na região Nordeste: a Proxxima Telecomunicações, que é fruto da união de oito empresas que já atuavam na área. Seguindo a tendência de fusões e aquisiçõe, a nova operadora abrange 95 cidades e mais de 4 mil km de rede.

Com o objetivo de entrar na concorrência do mercado de banda larga de fibra, a Proxxima não recebeu fundos de investimentos externos para fechar a operação. Os empreendedores utilizaram de recursos próprios, um com R$ 12 milhões nos últimos seis meses, e formaram uma sociedade anônima de capital fechado, que pode vender ações para novos sócios.

Resultado da fusão da Ondanet, Netmark, CPnet, Datacommection e Enteriw (Paraíba); Netjat e Netonline (Rio Grande do Norte); e Toolsnet (Pernambuco), a Proxxima acumula 95 mil clientes e 350 mil casas fibradas. Parte dessas empresas já atuavam há mais 20 anos no mercado.

Nova operadora atua em 95 cidades de três estados da região Nordeste do país. (Fonte: Tele Síntese / Reprodução)Nova operadora atua em 95 cidades de três estados da região Nordeste do país. (Fonte: Tele Síntese / Reprodução)Fonte:  Tele.Síntese 

Do total de clientes, 90 mil são conectados por meio de fibra óptica e 5 mil, localizados em áreas rurais, via rádio. Segundo Leonardo Gomes, CEO da nova operadora, mais quatro fornecedoras de internet foram incorporadas e serão anunciadas em breve. O objetivo é alcançar 130 mil assinaturas até o fim de 2021 e 400 mil em cinco anos.

Com a união firmada em dezembro e somente seis meses de atuação, a Proxxima teve um crescimento de 400 para 560 colaboradores, além do aumento de 10% no número de clientes e 14% no faturamento da empresa.

Por mais que não tenham previsão para instalação da tecnologia 5G — devido ao custo dos equipamentos — a implementação da tecnologia XGS-PON na rede permite elevar a oferta de banda larga para até 10 Gbps. Em 2022, eles pretendem entrar no mercado de ações para captar investimentos por meio da emissão de debêntures.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.