Microsoft compra CloudKnox Security, startup de segurança digital

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft compra CloudKnox Security, startup de segurança digital
Imagem: Reprodução/CloudKnox
Avatar do autor

Joy Chik, vice-presidente corporativo da Microsoft, anunciou, nessa quarta-feira (21), que a big tech adquiriu a startup de segurança digital CloudKnox Security, responsável por uma plataforma de gerenciamento de permissões de nuvem. O objetivo da gigante é auxiliar organizações a fortalecerem as proteções de seus sistemas. Detalhes do acordo, entretanto, não foram divulgados.

São algumas das promessas: acesso automatizado a soluções; ampla gama de detecção de anomalias baseada em machine learning de alta precisão; e integração "perfeita" dos recursos com serviços da companhia (a exemplo de Microsoft 365 Defender, Azure Defender e Azure Sentinel). Além disso, o movimento acompanha outras compras recentes, como a da RiskIQ e da ReFirm Labs.

"Estamos entusiasmados em trazer a equipe e a tecnologia CloudKnox para a Microsoft e a nossos clientes conjuntos, assim como aguardamos seus feedbacks. Compartilharemos mais informações à medida que integrarmos o CloudKnox com as soluções de identidade, segurança e conformidade da Microsoft", destaca Chik.

Nova aquisição foi anunciada nessa quarta-feira (21).Nova aquisição foi anunciada nessa quarta-feira (21).Fonte:  Reprodução/CloudKnox 

Desbloqueando sinergias

Fundada em 2015, a californiana CloudKnox possui, atualmente, 58 profissionais listados no LinkedIn; dentre seus investidores estão Sorenson Ventures, Dell Technologies Capital e Foundation Capital. Por sua vez, o software que oferece gerencia, de maneira autônoma, níveis de acesso a sistemas de empresas ligados a perfis de colaboradores e colaboradoras e suas atividades.

"Vimos oportunidade para fornecer ainda mais valor e experiência contínua em nuvens híbridas e múltiplas, com integrações mais profundas no ecossistema da Microsoft. Ao ingressar na Microsoft, podemos desbloquear novas sinergias e tornar mais fácil para nossos clientes mútuos proteger seus ambientes híbridos e com várias nuvens e fortalecer sua postura de segurança", comemora.

Por fim, apesar da ausência de dados quanto a valores e demais procedimentos ligados à transação, sabe-se que a Microsoft gerou mais de US$ 10 bilhões em receita de segurança virtual em 2020, de acordo com a própria empresa – um aumento de 40% em relação ao período anterior. Logo, a busca pelo aprimoramento na área faz parte da expansão de um negócio que tem se mostrado bastante lucrativo.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Microsoft compra CloudKnox Security, startup de segurança digital