Coinbase quer se tornar a Apple das criptomoedas, afirma CEO

1 min de leitura
Imagem de: Coinbase quer se tornar a Apple das criptomoedas, afirma CEO
Imagem: Reprodução/CNN Business
Avatar do autor

Brian Armstrong, CEO da Coinbase, plataforma de câmbio digital com sede na Califórnia, declarou, em postagem no blog oficial da companhia nessa terça-feira (29), que deseja transformar a empresa na Apple das criptomoedas, uma referência do setor.

De acordo com o executivo, a big tech não atingiu seus resultados sozinha, já que preferiu capacitar desenvolvedores e oferecer aos usuários uma maneira simples de acessar soluções. "Precisamos fazer o mesmo com moedas digitais", destacou.

Brian Armstrong, CEO da Coinbase.Brian Armstrong, CEO da Coinbase.Fonte:  Reprodução/Michael Short/Bloomberg 

Ainda segundo Armstrong, a criptoeconomia se encontra em seus estágios iniciais, mas é evidente que cada vez mais transações seguirão por esse caminho. Ele citou a ascensão de organizações autônomas e finanças descentralizadas, contratos inteligentes e NFTs, novidades que, afirmou, são indícios do futuro da disseminação da modalidade.

"Assim como ajudamos as pessoas a acessar o Bitcoin pela primeira vez de uma maneira confiável e fácil, precisamos fazer o mesmo para a criptoeconomia descentralizada", disse. "A exemplo da internet ou das lojas de apps, estamos vendo desenvolvedores se apressarem para ocupar esse espaço, usar essas ferramentas e trazer à luz casos de uso inovadores que não poderíamos ter imaginado antes."

US$ 10 bilhões na mesa

Para cumprir o papel proposto, salientou Brian, a Coinbase se dedica a alguns passos, dentre eles o aprimoramento de sua plataforma de comércio e a simplificação de revisões legais relacionadas à entrada de novos vendedores e compradores. A empresa também coloca esforços na otimização de análises de segurança e ampliação de acesso aos ativos digitais.

Tais processos, detalhou, foram criados poucos anos atrás e são essenciais para o crescimento das ofertas. Entretanto, o executivo acredita que é preciso acelerar o movimento. "Precisamos tratar emissores de ativos como os clientes muito importantes que são, estendendo a eles o tapete vermelho, cortejando-os e respondendo prontamente às suas perguntas", defendeu.

Prévia das mudanças previstas para o app da Coinbase.Prévia das mudanças previstas para o app da Coinbase.Fonte:  Reprodução/Coinbase 

Por fim, o CEO promete: "atualmente, há US$ 10 bilhões em atividade econômica relacionada a dApps [aplicativos descentralizados], e uma nova tendência surge a cada três meses. Vamos trabalhar para fornecer aos nossos usuários acesso fácil a tudo isso a partir do Coinbase."

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Coinbase quer se tornar a Apple das criptomoedas, afirma CEO