Apple gasta milhões em armazenamento da Google para iCloud

1 min de leitura
Imagem de: Apple gasta milhões em armazenamento da Google para iCloud
Imagem: Google
Avatar do autor

Apesar de serem grandes rivais em diversos setores, Apple e Google possuem contratos e colaborações entre si — alguns até fora do comum.

Uma dessas parcerias é a utilização de servidores de armazenamento da nuvem da Google para guardar arquivos do iCloud. Isso é documentado desde 2018 e, aparentemente, essa utilização não apenas continua como aumentou recentemente.

Segundo uma reportagem do site The Information, a Apple estaria prestes a atingir a marca de US$ 300 milhões gastos no armazenamento do Google Cloud só até o final de maio de 2021. O número é 50% maior do que os investimentos realizados no setor em todo o ano de 2020.

Por que isso acontece?

Isso acontece porque a Apple usa uma combinação de servidores terceirizados e próprios para guardar arquivos como fotos e mensagens — tudo criptografado para que as concorrentes não tenham acesso aos arquivos de fato. O Amazon Web Services (AWS) também possui contratos com a Maçã, mas as dimensões não foram detalhadas.

A fonte consultada pela reportagem original até contou que funcionários da divisão de armazenamento na nuvem chamam a conta mantida pela Apple na plataforma de "Pé-Grande", em referência ao tamanho.

O site MacRumors ainda tenta especular o motivo dessa alta: é possível que a demanda pelo iCloud esteja alta o bastante a ponto de superar a capacidade da companhia de desenvolver e abrir novos data centers por conta própria.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Apple gasta milhões em armazenamento da Google para iCloud