Amazon terá mais vendedores internacionais na loja do Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Amazon terá mais vendedores internacionais na loja do Brasil
Imagem: Yender Gonzalez (Unsplash)
Avatar do autor

A startup uruguaia de pagamentos dLocal anunciou, na terça-feira (15), uma parceria com a Amazon. A novidade permite a fornecedores internacionais venderem seus produtos no markeplace da gigante americana no e-commerce brasileiro.

Atualmente, o site permanecia restrito aos vendedores locais, com apenas uma seção exclusiva da Amazon para importação de produtos.

Conforme o comunicado conjunto divulgado pelas duas empresas, o acordo irá ampliar as opções do site ao permitir que vendedores do mundo inteiro ofereçam seus produtos no maior mercado eletrônico da América Latina, considerando-se o número de usuários.

Alguns desses exportadores já se integraram ao mercado da Amazon Brasil, e outros estão com ingresso previsto para os próximos dias, durante um plano de implementação gradual. O vice-presidente sênior de crescimento da dLocal, Michel Golffed, ressaltou à Reuters a importância da América Latina como região com "crescimento mais rápido com o comércio eletrônico de varejo".

Ele destacou também a importância da parceria para os consumidores brasileiros, que passarão a ter acesso a produtos de fornecedores do mundo inteiro, dentro do país, e podendo pagar em reais.

A expansão da dLocal

Fonte: dLocal/DivulgaçãoFonte: dLocal/DivulgaçãoFonte:  dLocal 

Criada em 2016, a dLocal é uma processadora de pagamentos digitais, integrando sistemas locais e globais, focada em mercados emergentes. Considerada uma startup unicórnio, ela conseguiu ser avaliada em US$ 1 bilhão antes mesmo de abrir seu capital em bolsas de valores.

No entanto, a estreia ocorreu em grande estilo, na NASDAQ de Nova Iorque, no início deste mês (3), conseguindo levantar mais de US$ 600 milhões, com uma capitalização de mercado (estimativa do valor da empresa conforme expectativas) no valor de US$ 9 bilhões.

Atualmente, a dLocal concentra seus negócios na América Latina, onde se encontram 13 dos seus 29 mercados — inclusive outra parceria com a Amazon no Chile —, informou Golffed. Não se sabe ainda se a dLocal irá trabalhar com os principais competidores da Amazon no Brasil, como o Mercado Livre e a B2W.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes

Amazon terá mais vendedores internacionais na loja do Brasil