Escritórios do Twitter na Índia são invadidos por policiais

1 min de leitura
Imagem de: Escritórios do Twitter na Índia são invadidos por policiais
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A guerra entre o Twitter e o governo da Índia ganhou um novo capítulo na segunda-feira (24). Cumprindo ordens dadas pelas autoridades nacionais, a polícia indiana invadiu os escritórios da rede social nas cidades de Nova Délhi e Gurgaon, em busca de explicações sobre uma publicação oficial sinalizada como "manipulada".

O tweet em questão foi postado pelo porta-voz do partido Bharatiya Janata Party (BJP) Sambit Patra, no último dia 18. Na mensagem, ele disse que o partido opositor Congresso Nacional Indiano estava usando um "kit de ferramentas" para desacreditar o primeiro-ministro Narendra Modi e a forma como ele lida com a pandemia do novo coronavírus.

Logo após a postagem, o site de checagem de fatos Alt News informou que a mensagem de Patra continha algumas informações falsas, levando à sinalização pelo microblog. Na sequência, o governo indiano emitiu uma reclamação direcionada à direção global da rede social, solicitando a remoção da sinalização junto ao tweet.

Já nessa segunda, os policiais foram atrás do chefe do Twitter na Índia Manish Maheshwari, como mostram as imagens acima, divulgadas pelo jornalista Aditya Raj Kaul. Porém, os agentes não encontraram ninguém, uma vez que os colaboradores da companhia estão trabalhando remotamente desde março do ano passado por conta da Covid-19.

Polêmicas

O relacionamento conturbado entre as autoridades indianas e o microblog tem chamado a atenção nos últimos meses. Uma das polêmicas em destaque foi o pedido para o bloqueio de contas que criticavam as reformas agrícolas do governo, em fevereiro, atendido parcialmente pela plataforma.

Depois disso, a administração nacional lançou novas regras que devem ser seguidas por todas as redes sociais no país, facilitando a remoção de mensagens consideradas ofensivas. Funcionários das empresas chegaram a ser ameaçados de prisão se não cumprissem os pedidos.

Sobre este caso mais recente, o Twitter ainda não se pronunciou. Por sua vez, o governo disse que a "visita" dos policiais aos escritórios não se tratou de uma "invasão".

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Escritórios do Twitter na Índia são invadidos por policiais