Redmi Note: linha da Xiaomi chega a 200 milhões de unidades vendidas

1 min de leitura
Imagem de: Redmi Note: linha da Xiaomi chega a 200 milhões de unidades vendidas
Imagem: Xiaomi
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A fabricante chinesa Xiaomi anunciou nesta quinta-feira (20) uma impressionante marca atingida por uma de suas linhas mais tradicionais de smartphones. Segundo dados oficiais, a família Redmi Note ultrapassou as 200 milhões de unidades comercializadas em todo o mundo.

Boa parte do sucesso recente é dedicado ao modelo Redmi Note 9, que teve 45,2 milhões de unidades vendidas. Os smartphones da linha são normalmente posicionados no segmento intermediário, focados em custo-benefício, mas com alguns recursos emprestados de dispositivos mais poderosos.

O primeiro Redmi Note foi apresentado em 2014 e não foi considerado um sucesso, preterido por outros produtos da própria marca, como os celulares Mi. Atualmente, a Redmi atua como uma subsidiária independente da fabricante (assim como a POCO) e, ao longo dos anos, consolidou-se como favorita de parte do público no segmento mais acessível.

Um dos pôsteres lançados pela Xiaomi na China para celebrar a nova marca batida.Um dos pôsteres lançados pela Xiaomi na China para celebrar a nova marca batida.Fonte:  GSM Arena 

A mais recente geração da linha é a Redmi Note 10, composta pelas variantes Redmi Note 10, 10 Pro e 10 Pro Max. Ela foi revelada oficialmente pela companhia em março de 2021, mas ainda não está disponível no mercado chinês — o que significa que as vendas devem atingir novos patamares ainda este ano.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Redmi Note: linha da Xiaomi chega a 200 milhões de unidades vendidas