Herdeiros da Samsung pagarão US$ 10,8 bilhões em impostos

1 min de leitura
Imagem de: Herdeiros da Samsung pagarão US$ 10,8 bilhões em impostos
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (28), a família de Lee Kun-hee, ex-presidente da Samsung que faleceu em 24 de outubro do ano passado, declarou que pagará o equivalente a mais de US$ 10,8 bilhões em impostos aplicados sobre a herança do executivo. Além disso, uma vasta coleção particular de obras de arte será doada para museus públicos da Coreia do Sul.

O montante será dividido em seis parcelas distribuídas pelos próximos cinco anos, com a quitação da primeira já neste mês. "É nosso dever cívico e nossa responsabilidade", destaca um comunicado assinado pelos herdeiros e divulgado pela companhia. Após o anúncio, os preços das ações da empresa chegaram a cair 5,5%.

"Houve decepção geral de investidores, pois detalhe algum sobre como as participações serão divididas foram revelados", indica o analista da HI Investment & Securities Lee Sang-hun.

Lee Kun-hee, ex-presidente da Samsung, em foto de 2008.Lee Kun-hee, ex-presidente da Samsung, em foto de 2008.Fonte:  Reprodução 

Os boletos vêm...

De acordo com especialistas, empréstimos e dividendos são prováveis estratégias a serem aplicadas para o acerto de contas, e dentre as discussões dos afortunados estava a possibilidade do uso de ações de empresas afiliadas como garantia para futuros movimentos, evitando, assim, que tivessem de abrir mão de suas fatias relacionadas à gigante.

Ainda assim, caberá aos interessados em mais detalhes esperar a publicação de documentos regulatórios para entenderem os reais papéis das figuras à frente dos negócios, já que estão contemplados 4,18% da Samsung Electronics, 0,08% das ações preferenciais da Samsung Electronics, 20,76% da Samsung Life Insurance, 2,88% da Samsung C&T e 0,01% da Samsung SDS.

Jay Y. Lee, vice-presidente da sul-coreana, é o maior acionista da Samsung C&T, com participação de 17,33% – e está cumprindo uma sentença de prisão por suborno e outros crimes.

Jay Y. Lee cumpre pena por corrupção.Jay Y. Lee cumpre pena por corrupção.Fonte:  Reprodução 

Benefícios públicos

Lee Kun-hee foi o responsável por tornar a Samsung a maior fabricante de smartphones e chips de memória do mundo e continha em seu acervo pessoal, que vale cerca de US$ 1,76 bilhão, obras de Picasso, Monet e Chagall, por exemplo.

Por fim, ainda segundo a família, mais de US$ 900 milhões serão doados para melhorias nos sistemas de saúde pública do país, e metade da soma vai para a construção do primeiro hospital especializado em doenças infecciosas da Coreia do Sul.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes