China está construindo armas espaciais, segundo espiões dos EUA

1 min de leitura
Imagem de: China está construindo armas espaciais, segundo espiões dos EUA
Imagem: Pexels
Avatar do autor

Nesta sexta-feira, espiões dos Estados Unidos fizeram um alerta sobre uma possível ameaça espacial chinesa. Isso porque, segundo o relatório Avaliação de Risco Global divulgado na semana passada pelo Escritório do Diretor de Inteligência Nacional (ODNI), a China está desenvolvendo uma série de armas espaciais. O documento detalha o aumento de atividade militar do país asiáticos na órbita da Terra.

Para analistas da inteligência norte-americana, a maior preocupação é capacidade chinesa de disparar satélites do céu com mísseis ou até mesmo desativá-los com lasers. Os especialistas afirmam que, caso as informações da equipe de defesa dos EUA sejam comprovadas, a China será vista como real ameaça em conflitos militares no futuro. Atualmente, o país é o maior adversário dos EUA em questões de exploração espacial.

Líder espacial

Além disso, o relatório também destaca que a China está reunindo forças para se tornar líder global em pesquisas e explorações espaciais, tirando, assim, os Estados Unidos do primeiro lugar. "A China está focada em alcançar a liderança no espaço e tem trabalhado duro em uma série de esforços diferentes nesta área para tentar contestar o que foi presumido como nossa liderança”, explicou a diretora da ODNI, Avril Haines.

O país asiático realmente tem planos ambiciosos. Os projetos incluem uma estação espacial em órbita entre 2022 e 2024, missões exploratórias à Lua com o objetivo de estabelecer uma estação de pesquisa robótica no satélite e, mais tarde, uma base com pessoas até 2040. O país também firmou uma parceria com a Roscosmos, Agência Espacial Russa, para competir com a Estação Espacial Internacional.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.