Quais são os próximos passos da LG após deixar setor de celulares?

1 min de leitura
Imagem de: Quais são os próximos passos da LG após deixar setor de celulares?
Imagem: Exame/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Após muitas especulações, a LG confirmou nesta segunda-feira (05) que iria deixar o mercado de celulares. A notícia, revelada durante um comunicado oficial, acompanhou detalhes sobre os próximos passos da marca. Agora, a LG pretende se fortalecer em outros campos, com foco em inteligência artificial, componentes para carros elétricos, itens de robótica, produtos para casa inteligente — setor no qual, vale lembrar, já é líder.

Além disso, a fabricante fortalecerá seus negócios "business to business" (ou B2B) — o que, em outras palavras, significa que ela se tornará fornecedora de produtos para outras empresas.

Decisão reflete dificuldade geral

A mudança interna da LG retrata dificuldades que outras muitas empresas do setor de celulares já vem enfrentando. Aliás, essa não é a primeira vez que uma empresa de destaque sofre uma repaginada devido aos obstáculos do mercado mobile. Vale lembrar da BlackBerry e Nokia que, embora tenham liderado a época flip, falharam na transição para os modelos touchscreen. Enquanto a primeira está sob domínio da HMD, a BlackBerry foi vendida pela TCL.

a  Karlis Dambrans via Flickr/Reprodução 

Até mesmo a Samsung e a Apple, que há muito se consolidaram no mercado, enfrentam baixas. Isso está ligado a inúmeros fatores, como a troca menos frequente de celulares por parte dos consumidores e a ampla procura por modelos intermediários.

A verdade é que o consumidor médio quer um celular bom, que dure bastante tempo, pelo menor preço possível. Embora isso seja vantajoso para ele, não é para as empresas, que investem pesado em modelos topo de linha.

LG perde lugar no top 5

Em 2007, no ano em que o primeiro iPhone foi vendido, a LG era a quinta maior vendedora de celulares, ficando atrás apenas da Nokia, Motorola, Samsung e Sony Ericsson. Todas as empresas do top 5, com exceção da Samsung, perderam competitividade com o passar das gerações. No último trimestre de 2020, contudo, a LG não apareceu no top 5. Para fins de comparação, até mesmo a Huawei, com todos as suas sanções comerciais, ficou entre as 5 primeiras.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes

Quais são os próximos passos da LG após deixar setor de celulares?