O plano da Apple para acabar de vez com os vazamentos

1 min de leitura
Imagem de: O plano da Apple para acabar de vez com os vazamentos
Imagem: Adam Fagen/Flickr CC
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple está intensificando a segurança e vigilância em suas linhas de montagem para evitar o vazamento de seus futuros produtos. De acordo com detalhes obtidos pelo The Information, a companhia enviou um documento para empresas parceiras detalhando as novas diretrizes para que informações não escapem das fábricas.

Um dos pontos mais polêmicos das diretrizes é a coleta de dados biométricos de funcionários. A Apple disse no documento que as empresas não precisam solicitar o reconhecimento facial de funcionários da companhia, mas a medida ainda é necessária para quem trabalha nas fabricantes.

Fonte:  The Information/Bloomberg/Qilai Shen 

Segundo o The Information, as linhas de montagem da Apple contam com mais de 1 milhão de funcionários terceirizados. De acordo com o veículo, a solicitação de dados biométricos para tantas pessoas vai contra as diretrizes de direitos humanos da Maçã, que diz cobrir não apenas funcionários da companhia em questões de privacidade, mas também parceiros de negócios e trabalhadores "em todos os níveis" da cadeia de montagem.

Vigilância extra na linha de montagem

Além de exigir a biometria de funcionários das fabricantes, o documento obtido pelo The Information aponta que a Apple pede que suas parceiras chequem antecedentes criminais de trabalhadores. Caso a pessoa tenha alguma passagem pela polícia, ela é proibida de entrar em locais com produtos não lançados, aponta o site.

Foxconn é uma das empresas que fabrica produtos da Apple.Foxconn é uma das empresas que fabrica produtos da Apple.Fonte:  9to5Mac 

A Apple também estaria evoluindo seus sistemas em fábricas e solicitando mais vigilância na linha de montagem. As informações apontam que os computadores serão atualizados para mapear o tempo exato que cada dispositivo fica nas sessões de montagem.

Caso sejam identificados atrasos, o sistema será capaz de acionar um alerta para notificar os gerentes, de acordo com o The Information.

Além disso, os guardas que trabalham em linhas de montagem teriam sido incumbidos de acompanhar a movimentação de funcionários carregando "partes sensíveis" de dispositivos dentro da fábrica. As diretrizes também incluem o pedido de documento emitido pelo governo para visitantes e o armazenamento de vídeos mostrando produtos defeituosos por pelo menos 180 dias.

A Apple não comentou sobre o assunto. Enquanto a empresa é acusada de promover coleta de dados em suas fábricas, a companhia tem um posicionamento diferente com o consumidor final e está lançando atualizações no iOS para aumentar a transparência dos apps em relação à privacidade.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
O plano da Apple para acabar de vez com os vazamentos