Filho de Trump pede a Elon Musk que crie rede social alternativa

1 min de leitura
Imagem de: Filho de Trump pede a Elon Musk que crie rede social alternativa
Imagem: TED
Avatar do autor

O empresário Donald Trump Jr., filho do ainda presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu a outro empreendedor do país que crie uma rede social alternativa "para salvar a liberdade de expressão".

A ideia foi destinada especificamente a Elon Musk, o CEO da Tesla e da SpaceX, e formalizada em uma publicação no Instagram. "Se é para qualquer um fazer isso, então imagino que ele consiga. Se Elon Musk pode mandar pessoas ao espaço por meios privados, tenho certeza que ele consegue bolar uma rede social que não é tendenciosa. Acho que há muitos norte-americanos que amariam e apoiariam isso de todo coração", diz a postagem. Trump Jr. diz querer uma rede social que lide com discurso de ódio e violência a partir de "árbitros realmente neutros e checadores de fatos".

A solicitação do filho de Trump envolve não apenas o banimento do pai do Twitter e dos serviços do Facebook, além de uma suspensão no YouTube. Há ainda o fim do suporte ao Parler, rede social bastante utilizada pelo público conservador e que se dizia a favor da liberdade de expressão. A Amazon cortou o atendimento à plataforma após a invasão ao Capitólio ocorrida na última semana e agora é processada pela empresa.

O que Musk acha disso?

Até o momento, Elon Musk não se manifestou a respeito do pedido e nunca se mostrou interessado em construir uma rede social do zero. Entretanto, ele já comentou em seu perfil no Twitter sobre o poder de controle de plataformas tradicionais.

"Muitas pessoas ficarão super descontentes com as grandes empresas de tecnologia da Costa Oeste se elas forem na prática os juízes de liberdade de expressão", escreveu o executivo nesta segunda-feira (11), referindo-se às companhias que controlam as grandes plataformas atualmente.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.