Ex-CEO da Volkwagen quis comprar a Tesla em 2013

1 min de leitura
Imagem de: Ex-CEO da Volkwagen quis comprar a Tesla em 2013
Imagem: Der Bund/Reprodução
Avatar do autor

Um dos principais nomes da Volkswagen e ex-presidente do conselho da montadora alemã, o engenheiro austríaco Ferdinand Piëch quis comprar a Tesla em 2013. O executivo levou a ideia para a diretoria após ficar impressionado com o elétrico Model S.

Segundo o site alemão Manager Magazin, o ex-CEO da VW trabalhou fortemente em um plano para a aquisição da startup norte-americana. Fontes comentaram que ele desejava liderar pessoalmente a divisão de carros elétricos da companhia.

Importante executivo da Volkswagen, Ferdinand Piëch faleceu em agosto de 2019.Importante executivo da Volkswagen, Ferdinand Piëch faleceu em agosto de 2019.Fonte:  Sean Gallup/Getty Images 

A reportagem destaca que Piëch apresentou o projeto para a compra da Tesla ao então CEO Martin Winterkorn e ao chefe de Desenvolvimento Ulrich Hackenberg. Entretanto, os executivos da Volkswagen não se entusiasmaram com a ideia.

Mesmo com a fraca recepção da diretoria, o presidente do conselho seguiu compondo o plano de aquisição. Por exemplo, ele realizou reuniões com banqueiros em busca de investimentos e até formou uma equipe para preparar a oferta.

Contudo, as negociações não foram adiante após Elon Musk recusar qualquer proposta de compra da Tesla. Assim, Piëch não pode realizar o sonho de investir na criação da divisão de elétricos.

Atualmente, o valor de mercado da Tesla é 36 vezes maior do que em 2013.Atualmente, o valor de mercado da Tesla é 36 vezes maior do que em 2013.Fonte:  Francois Lenoir/Reuters 

Um investimento lucrativo

Para os analistas, se a Volkswagen tivesse adquirido a Tesla em 2013, esse teria sido um negócio extremamente lucrativo em retrospecto. Na época da oferta, a fabricante de elétricos era avaliada em cerca de R$ 16 milhões na bolsa de valores.

Atualmente, a companhia liderada por Elon Musk é a montadora mais valiosa do mundo. Seu valor de mercado é estimado em US$ 590 bilhões – 36 vezes mais do que o valor que ela tinha há quase oito anos.

Enquanto isso, a VW segue desenvolvendo planos para alcançar a concorrente na disputa das vendas de carros elétricos. Dessa forma, é curioso pensar como a história poderia ser bem diferente do que as companhias vivem hoje.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Ex-CEO da Volkwagen quis comprar a Tesla em 2013