Black Friday 2020 deve agitar setor de eletrônicos e celulares

1 min de leitura
Imagem de: Black Friday 2020 deve agitar setor de eletrônicos e celulares
Avatar do autor

Mesmo com a alta do dólar, e em meio à pandemia de covid-19, a expectativa do varejo é de que a Black Friday 2020 seja um período aquecido do mercado, principalmente nos setores de smartphones e eletrônicos — que oscilaram bastante em 2020.

A pandemia fez o hábito de consumo dos brasileiros mudar, mas com a flexibilização nas medidas de isolamento e o retorno das atividades comerciais, especialistas indicam que o já tradicional evento de compras do fim do ano deve movimentar bastante o mercado.

PCs que tiveram queda nas vendas de 12% devem voltar a atrair os consumidores.PCs, que tiveram queda de 12% nas vendas, devem voltar a atrair os consumidores.Fonte:  Reprodução/ Pixabay 

O novo normal

Como muitos têm passado mais tempo em casa, o setor de eletrônicos deve ser um dos que mais vão atrair consumidores ávidos por voltar a de fato consumir. Os smartphones, que já estão em alta mesmo em meio à crise sanitária, também devem agitar o varejo, pois se tornaram mais que essenciais nesse período de isolamento, tanto para comunicação quanto para acesso a diversos serviços ou mesmo aulas online.

Os setores de games, com a chegada de novos consoles e também o setor de informática, também aparecem com itens muito procurados no varejo online. Vale ressaltar ainda que, como ainda existem restrições para acesso a lojas físicas, especialistas esperam que em 2020 a Black Friday tenha um grande impacto no varejo online, já que há alguns meses o setor vem ganhando força.

Black Friday 2020 deve agitar setor de eletrônicos e celulares