Cofundador da ARM diz que NVIDIA quer destruir a empresa

1 min de leitura
Imagem de: Cofundador da ARM diz que NVIDIA quer destruir a empresa
Imagem: Wikimedia Commons
Avatar do autor

NVIDIA supostamente fez uma oferta bilionária para adquirir a fabricante de chips ARM da Softbank, mas nem todo mundo está feliz com o negócio. Um dos cofundadores da companhia de semicondutores, Hermann Hauser, disse que o negócio seria prejudicial e destruiria a empresa britânica.

De acordo com Hauser, o objetivo da NVIDIA com a aquisição é levar a ARM para seu guarda-chuva de divisões, que também inclui a linha GeForce. Com isso, a empresa poderia limitar o licenciamento dos núcleos Cortex e dominar o mercado.

Hermann Hauser, cofundador da ARMHermann Hauser, cofundador da ARMFonte:  The Times 

“Uma das premissas fundamentais do modelo de negócios da ARM é que ela pode vender para todos", disse o executivo.  "A única graça salvadora da Softbank é que ela não é uma empresa de chips e manteve a neutralidade da ARM.

Limitando a concorrência

A aquisição também colocaria a NVIDIA na liderança do mercado de celulares, além de tirar a coroa da Intel como maior fabricante de CPUs. Graças ao seu programa de licenciamento, a ARM está presente em cerca de 95% dos smartphones vendidos atualmente.

Jensen Huang, CEO da Nvidia, durante apresentação das GPUs RTX 30Jensen Huang, CEO da Nvidia, durante apresentação das GPUs RTX 30Fonte:  NVIDIA 

De acordo com Hauser, a NVIDIA poderia limitar a distribuição das tecnologias ARM e obrigar concorrentes a criarem novas arquiteturas. Esse processo poderia levar anos e prejudicar o desenvolvimento do mercado de tecnologia, principalmente smartphones.

O executivo espera que o governo britânico faça uma intervenção e ajude a ARM a se tornar uma empresa independente. A companhia tem sede em Cambridge atualmente, mas a aquisição pela NVIDIA levaria as tecnologias da firma para os Estados Unidos.

Segundo o cofundador da ARM, o governo do Reino Unido recentemente injetou dinheiro na OneWeb, o que serve como esperança de que a fabricante de chips pode receber subsídios para abrir seu capital na bolsa de valores. "Não se trata de dinheiro", disse Hauser, "é a declaração de estratégia industrial que o governo pode fazer".

Cofundador da ARM diz que NVIDIA quer destruir a empresa