Crunchyroll está à venda por US$ 1 bilhão em nova negociação

1 min de leitura
Imagem de: Crunchyroll está à venda por US$ 1 bilhão em nova negociação
Imagem: Crunchyroll/Reprodução
Avatar do autor

A plataforma de animes Crunchyroll está sendo negociada entre gigantes e pode ser adquirida por US$ 1 bilhão. A companhia foi posta à venda inicialmente por US$ 1,5 bilhão, mas a primeira interessada na aquisição, a Sony, negou a oferta; para tornar o valor mais atraente, a AT&T agora está vendendo a subsidiária por "apenas" US$ 1 bilhão.

Considerada uma das grandes companhias do mercado de streaming, a Crunchyroll exerce papel único na exibição dedicada de animes — dos clássicos aos mais novos. Recentemente, ela fechou parceria com o HBO Max e levou à plataforma concorrente uma boa quantidade de títulos para destacá-la entre seus concorrentes diretos, como Netflix e Hulu.

Fundada em 2006, a Crunchyroll foi comprada pela Otter Media em 2013, uma joint venture criada pela AT&T. Na época, a negociação foi estimada em US$ 100 milhões. Cinco anos depois, a Otter se tornou subsidiária integral da AT&T e agora contribuirá na quitação da dívida de US$ 153,5 bilhões de sua controladora gerada pela compra da Time Warner.

a  (Fonte: Crunchyroll/Reprodução)

Hoje, a marca acumula astronômicos 70 milhões de assinantes em todo o mundo, 3 milhões deles pagantes, um número que justifica o valor da plataforma. Inicialmente, a AT&T avaliou a venda em US$ 500 por assinante, mas a recusa da Sony a motivou a reduzir esse valor para US$ 400, resultando no US$ 1 bilhão da oferta atual.

Junto à Crunchyroll, a divisão de jogos da Warner (Warner Bros. Interactive Entertainment) foi posta à venda. É um movimento da AT&T para concentrar seus investimentos e seu pessoal para a produção e veiculação de conteúdo digital através do HBO Max, na tentativa de alavancá-lo na corrida do mercado de streaming.

a  (Fonte: Crunchyroll/Reprodução)

A empresa que adquirir a Crunchyroll por US$ 1 bilhão não deve gerar grandes mudanças no serviço, considerando que isso colocaria em jogo a fidelidade dos espectadores da companhia. Ainda assim, a dança das cadeiras na liderança da empresa pode gerar alterações de longo prazo e até boas novidades para os assinantes.

As atuais negociações são um mistério, mas junto à Sony a AT&T revelou que havia outros "três nomes familiarizados com a situação". Ainda não há detalhes sobre os interessados e sobre o avanço do diálogo. Resta aguardar.

Crunchyroll está à venda por US$ 1 bilhão em nova negociação