Oracle é a mais nova interessada em comprar o TikTok

1 min de leitura
Imagem de: Oracle é a mais nova interessada em comprar o TikTok
Imagem: Oracle
Avatar do autor

A Microsoft não é mais a única companhia norte-americana interessada em comprar as operações do TikTok, que será proibido nos Estados Unidos a partir da metade de setembro de 2020 por causa de um decreto do presidente do país, Donald Trump. Segundo o jornal Financial Times, a empresa de software Oracle agora também está disposta a adquirir o aplicativo.

De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, conversas preliminares entre a empresa e a desenvolvedora chinesa ByteDance já aconteceram. A ideia seria abocanhar as divisões da plataforma nos EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia — exatamente as mesmas regiões envolvidas na negociação com a Microsoft. As demais localidades continuariam sob o comando da dona original.

O Financial Times ainda reforça que o cofundador e diretor executivo da Oracle, Larry Elisson, é um apoiador publicamente declarado de Donald Trump — e esse posicionamento político pode ou não ser um fator de influência nas negociações. Por outro lado, um terceiro interessado, o Twitter, estaria cada vez mais fora da corrida.

Até o momento, as duas partes envolvidas não comentaram o assunto.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Oracle é a mais nova interessada em comprar o TikTok