Rafael Steinhauser deixa a presidência da Qualcomm na América Latina

1 min de leitura
Imagem de: Rafael Steinhauser deixa a presidência da Qualcomm na América Latina
Avatar do autor

Rafael Steinhauser não é mais o presidente da divisão da Qualcomm na América Latina. Segundo um comunicado oficial, o executivo deixou o cargo em 30 de junho. Ele alegou motivos pessoais para a saída, afirmando que vai buscar novas oportunidades profissionais. Em seu lugar, o vice-presidente sênior e gerente de operações globais, Jim Cathey, assume de forma interina até o anúncio de um substituto definitivo.

O executivo tem formação em engenharia aeroespacial pela Technical University of Berlin e trabalhou na gigante de chips em duas oportunidades. No primeiro ciclo, entre 1990 e 1999, foi o primeiro funcionário da Qualcomm no Brasil e chegou ao cargo de vice-presidente da divisão da América do Sul. No segundo, a partir de 2011, assumiu a chefia que manteve até a última semana.

Carreira

Na divisão, Steinhauser participou da produção do SiP, o processador brasileiro, além de defender a tecnologia CDMA para telefonia móvel e ajudar na adoção de smartphones no Brasil. Ele também foi gerente de vendas na Siemens, executivo em operadoras como Vesper e Nortel e presidente da Cisco do Brasil por 4 anos.

O TecMundo conversou com Steinhauser na cobertura da MWC 2019, quando o agora ex-presidente falou sobre o andamento da implementação do 5G no Brasil.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Rafael Steinhauser deixa a presidência da Qualcomm na América Latina