Bug: Teslas confundem logo do Burger King com placa de trânsito

1 min de leitura
Imagem de: Bug: Teslas confundem logo do Burger King com placa de trânsito
Imagem: Burger King
Avatar do autor

Uma falha curiosa — e potencialmente perigosa — foi descoberta no sistema de piloto automático de automóveis da Tesla. E, antes mesmo de ser consertado, o bug virou alvo de uma peça publicitária de uma rede de lanchonetes.

Tudo começou quando donos de modelo da Tesla perceberam que, quando o modo Autopilot está ligado, ele confunde as placas circulares do Burger King com uma placa de trânsito, possivelmente um sinal de parada ou redução de velocidade.

Como resultado, ao passar perto dos restaurantes, o veículo começa a frear aos poucos. A atualização com o recurso, oficialmente chamado de “Traffic Light and Stop Sign Control”, chegou apenas em abril deste ano e ainda está em testes, com muito o que melhorar.

A grande sacada

Após perceber que alguns usuários estavam comentando o erro, a própria empresa de fast food resolveu se aproveitar do erro. O Burger King lançou uma campanha, válida apenas até a última terça-feira (23), para dar um Whopper grátis a quem compartilhasse nas redes sociais o próprio carro reproduzindo o bug.

"Parece que até a inteligência artificial sabe o que você está afim de fazer", diz o texto da ação.

A campanha foi considerada perigosa por alguns usuários, já que mesmo sistemas avançados de piloto automático ainda não operam perfeitamente e diversos estados norte-americanos exigem que o motorista esteja com as mãos livres para assumir o volante. Além disso, o sistema pode fazer reduções de velocidade bruscas até demais, o que poderia levar a acidentes.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Bug: Teslas confundem logo do Burger King com placa de trânsito