Venda de smartwatches cresce 20% em 2020; Apple ainda domina

1 min de leitura
Imagem de: Venda de smartwatches cresce 20% em 2020; Apple ainda domina
Imagem: Pixabay
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A pandemia do novo coronavírus não prejudicou o mercado de relógios inteligentes, ao menos por enquanto. De acordo com um relatório do instituto de pesquisas Strategy Analytics, o envio de produtos do setor de smartwatches subiu 20% no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado.

Ao todo, 13,7 milhões de unidades foram disponibilizadas para comércio, contra 11,4 milhões no ano anterior. A venda por canais online foi bastante acionada para esses produtos, com o público buscando o aparelho para monitoramento de saúde e atividades físicas durante o isolamento social.

Entre as empresas responsáveis, a Apple continua dominando o segmento de longe e sem sinais de desgaste: as diferentes gerações do Apple Watch dominam 55% do setor. A Samsung permanece na segunda colocação (14%), mas reduziu a sua fatia de mercado no último ano.

Por fim, o terceiro lugar mudou: agora quem ocupa a posição é a Garmin, que retorna após dois anos ao top 3 graças a lançamentos como o Venu e agora tem 7% das vendas. A soma de todas as outras concorrentes, que não foram listadas por nome, é de 22,6%.

Mudanças da pandemia

Segundo o relatório, a Samsung foi prejudicada em desempenho por causa das medidas mais rígidas de isolamento tomadas pelo governo da Coreia do Sul, o que reduziu o comércio de produtos. Você pode conferir o documento completo no site da Strategy Analytics (em inglês).

Em relação a outros eletrônicos em tempo de pandemia, o estoque de notebooks está ameaçado e a venda de celulares também caiu consideravelmente.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Venda de smartwatches cresce 20% em 2020; Apple ainda domina