Microsoft fecha lojas físicas; Apple Stores não têm data para reabrir

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft fecha lojas físicas; Apple Stores não têm data para reabrir
Fonte: Microsoft
Avatar do autor

Microsoft anunciou oficialmente o encerramento temporário das atividades em todas as unidades físicas da Microsoft Store. "Pela segurança de nossos consumidores e funcionários, estamos fechando todos os pontos da Microsoft Store globalmente, com efeito imediato", diz o comunicado.

O motivo é o esforço conjunto para reduzir a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), o que envolve sair de casa o mínimo possível e evitar aglomerações. Anteriormente, a companhia já havia cancelado as apresentações físicas no evento Build 2020 e lançou um mapa interativo que permite acompanhar a atual situação da doença.

"Sabemos que famílias, trabalhadores remotos e empresários estão sob pressão única neste momento, e nós ainda estamos aqui para servir a vocês online no Microsoft.com", afirma o comunicado. Ao todo, a companhia mantém mais de 80 lojas físicas, a maioria absoluta nos Estados Unidos.

Apple Stores

Outra empresa que tomou novas medidas de isolamento foi a Apple. A empresa já havia encerrado as atividades físicas em escritórios e lojas na China quando a doença estava no auge no país, em fevereiro, mas expandiu as medidas de segurança para outros países — com fechamento total ou parcial, funcionando apenas para entregas de compras feitas previamente.

O prazo de reabertura era de 27 de março, mas a situação ainda intensa da pandemia fez a marca rever essa data. Em novo comunicado publicado no site, a companhia afirma que as Apple Stores estão fechadas "até um novo aviso", ou seja, sem um prazo definido. Por enquanto, ainda é possível fazer as compras online.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft fecha lojas físicas; Apple Stores não têm data para reabrir