SpaceX levará turistas à Estação Espacial Internacional em 2021

1 min de leitura
Imagem de: SpaceX levará turistas à Estação Espacial Internacional em 2021
Avatar do autor

A SpaceX quer levar três turistas à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) no próximo ano, realizando a primeira missão espacial totalmente privada com destino ao laboratório orbital. A empreitada, prevista para ocorrer no segundo semestre de 2021, acontecerá em parceria com a startup Axiom Space.

Na missão da SpaceX, programada para durar 10 dias e que também contará com a presença de um membro da Axiom, os turistas espaciais passarão oito dias na Estação, dividindo espaço com os astronautas que trabalham por lá. Os outros dois dias são para o trânsito entre a Terra e a ISS.

A viagem será feita a bordo da cápsula Crew Dragon, que recentemente completou com sucesso o seu segundo grande teste de voo, antes de levar astronautas da NASA à Estação ainda neste primeiro semestre de 2020, realizando o primeiro voo tripulado da nave construída pela empresa de Elon Musk.

A cápsula Crew Dragon levará os viajantes para a órbita terrestre. (Fonte: Pixabay)

Esta não é a primeira vez que a Estação Espacial Internacional receberá turistas. Em outras ocasiões, os viajantes chegaram até lá por meio da sonda russa Soyuz, entre eles o fundador do Cirque du Soleil Guy Laliberté e o bilionário Dennis Tito, o primeiro turista espacial do mundo.

Preço da viagem espacial

Os interessados em pegar uma carona na nave da SpaceX em direção à ISS precisam desembolsar uma verdadeira fortuna. A empresa não revela o valor da passagem, mas conforme o The New York Times ela custa nada menos que US$ 55 milhões, o equivalente a mais de R$ 255 milhões pela cotação atual.

Mesmo com o bilhete espacial custando tão caro, mais que o dobro pago por Tito, em 2001 (US$ 20 milhões), um dos assentos na Crew Dragon para 2021 já foi vendido, de acordo com o jornal americano, restando ainda dois lugares.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
SpaceX levará turistas à Estação Espacial Internacional em 2021