Ações da Microsoft caem 4% devido ao surto de coronavírus

1 min de leitura
Imagem de: Ações da Microsoft caem 4% devido ao surto de coronavírus
Avatar do autor

Segundo a Reuters, as ações da Microsoft caíram 4% nesta quinta-feira (27), após a companhia divulgar, na quarta (26), que sua cadeia de fornecimento foi atingida pelo surto do coronavírus COVID-19. Ainda conforme a agência de notícias, o efeito reduziu US$ 50 bilhões do valor de mercado da empresa de Bill Gates.

Especificamente, a Microsoft revelou que o retorno às operações estava em ritmo mais lento do que o projetado. Além disso, os estoques de computadores Windows e linha Surface foram atingidos negativamente em nível acima do esperado para este período.

Contudo, a companhia ressaltou que os efeitos do coronavírus não vão impactar a previsão de receita para o primeiro trimestre de 2020, quanto à unidade de PCs, que deve ficar entre US$ 10,75 bilhões e US$ 11,15 bilhões. É importante lembrar que esses resultados se referem apenas à divisão de fornecimento, não de demanda, e por isso podem mudar ao longo do tempo.

Distribuição da linha Surface sofreu impacto devido ao coronavírus. (Fonte: Microsoft/Divulgação)

Outras empresas sentem efeito

Analistas ouvidos pela Reuters ainda indicaram que outras empresas importantes da tecnologia, com ampla presença na China, devem fazer anúncios similares em breve. “Parece-me altamente provável que ouviremos algo do tipo da Intel”, disse um deles.

Até agora, o coronavírus se espalhou em mais de 44 países, gerou cerca de 80 mil infectados e 2,8 mil mortes. O avanço da epidemia tem impactado a operação e outros aspectos ligados à indústria de tecnologia, como foi o caso da Apple e Nintendo. Inclusive, eventos e lançamentos importantes, como os previstos para a MWC 2020, foram cancelados como medida de prevenção.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.

Fontes

Ações da Microsoft caem 4% devido ao surto de coronavírus