eSocial: sistema do governo federal apresenta falhas graves

1 min de leitura
Imagem de: eSocial: sistema do governo federal apresenta falhas graves
Avatar do autor

A nova versão do eSocial, sistema do governo federal para registro de informações trabalhistas e previdenciárias, tem apresentado falhas já no primeiro mês de funcionamento.

O objetivo é que ele substitua outras bases progressivamente, como a Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (Gfip), o Caged e a Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

De acordo com O Diário do Comércio, a substituição do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) pelo Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) teve que ser interrompida.

Na quinta-feira passada (6), problemas com o eSocial começaram a ser relatados, como informa a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Conselho Federal de Contabilidade. No entanto, em 27 de janeiro, a coordenadora de cadastros administrativos do Caged, Rosangela Jardim, publicou um comunicado informando que “problemas no envio de eventos” estavam ocorrendo.

(Fonte: Revista Capital Econômico/Reprodução)

Na publicação, ela recomendou que até que seja feita uma correção definitiva das falhas no sistema, as empresas deveriam usar o cadastro antigo. Segundo ela, o sistema deve voltar à normalidade em até um mês.

Essa recomendação só foi possível devido a uma portaria publicada pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, em outubro de 2019, que determinou a desobrigação do uso do Caged a partir de janeiro deste ano para empresas dos grupos 1 e 2.

As declarações de contratações e demissões feitas em janeiro deveriam ser comunicadas ao governo até sexta-feira (7), no entanto as empresas foram impossibilitadas de utilizar o sistema e recorreram ao cadastro antigo. Aproximadamente, 265 empresas e suas filias foram afetadas por esse imprevisto.

Vale dizer que o eSocial não é o único site do governo que vem apresentando falhas. Além dele, sites como INSS, Receita Federal, Dataprev, Ibama e até de universidades federais também estão sendo alvo de reclamações.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
eSocial: sistema do governo federal apresenta falhas graves