OnePlus provoca Google em polêmica de taxa de 90Hz do Pixel 4

1 min de leitura
Imagem de: OnePlus provoca Google em polêmica de taxa de 90Hz do Pixel 4
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Anunciado neste mês, o Google Pixel 4 trouxe como um de seus diferenciais a tela com taxa de atualização de 90 Hz, capaz de garantir mais fluidez durante a reprodução de games e apps. Entretanto, como apontado aqui no TecMundo, alguns usuários do Reddit e veículos internacionais descobriram recentemente que quando o nível de brilho do celular é inferior a 75%, essa frequência pode cair para 60 Hz.

Com isso, a OnePlus pegou “carona” na polêmica e fez um post no Twitter que ironizava a situação e ressaltava esse aspecto presente em smartphones, como o OnePlus 7T, 7T Pro ou 7 Pro. No caso, a fabricante chinesa disse em seu perfil do Reino Unido que, independentemente do grau de iluminação, seus celulares seriam “Rápidos e suaves em qualquer momento e lugar”.

No entanto, parece que ideia de provocar a concorrência não foi bem vista internamente, talvez por abrir brecha para controvérsias, pois logo depois a publicação foi apagada. Mas, ainda assim, algumas pessoas conseguiram capturar o ocorrido:

Post da OnePlus ironizava taxa de entrega do Pixel 4, mas logo foi apagado. (Fonte: PhoneArena)
???

De fato, alguns smartphones mais recentes da OnePlus entregam a taxa de 90 Hz, porém, isso não seria possível o “tempo todo”, uma vez que também precisa de ativação para funcionar — assim como o modelo da Google.

Por sua vez, a gigante norte-americana informou ao site The Verge que irá lançar uma atualização nas próximas semanas que permite o uso rápido dessa opção em mais condições de brilho. Mas vale lembrar que esse tipo de alteração pode consumir mais bateria do aparelho.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
OnePlus provoca Google em polêmica de taxa de 90Hz do Pixel 4