Avaliado em US$ 4 bilhões, Apple Park é um dos prédios mais caros do mundo

1 min de leitura
Imagem de: Avaliado em US$ 4 bilhões, Apple Park é um dos prédios mais caros do mundo
Fonte: Wikimedia/Daniel L. Lu
Avatar do autor

Anunciado em 2011 pelo próprio Steve Jobs, o Apple Park foi inaugurado com toda a pompa de ser a nova sede da Apple em Cupertino, no estado norte-americano da Califórnia. Além do design de nave espacial, o prédio chamou a atenção pelo orçamento estimado de cerca de US$ 5 bilhões, suficiente para abrigar o local de trabalho de 10 mil funcionários da companhia.

Mas, de acordo com o San Francisco Chronicles, esse não é o único valor exorbitante envolvendo a construção. Segundo o jornal, novos documentos divulgados nos últimos dias mostram que o edifício é avaliado em US$ 3,6 bilhões pelo condado de Santa Clara, onde ele está localizado.

Como esse número é usado para a cobrança de impostos locais, ele não leva em consideração os objetos que fazem parte do campus, como computadores, móveis e até equipamentos para manutenção do jardim. Quando tudo isso é colocado na conta, a avaliação total sobe para US$ 4,17 bilhões.

Apple ParkApple Park custou cerca de US$ 5 bilhões para ficar pronto. (Fonte: Flickr/Shinya Suzuki)

Apple Park entre os prédios mais valiosos

Levando em consideração o valor estimado de construção, o Apple Park é o sexto prédio mais valioso do mundo. Ele fica logo atrás do complexo de resorts Marina Bay Sands, em Cingapura, de reatores nucleares na Finlândia e na França, além de duas mesquitas na Arábia Saudita.

Ainda de acordo com o San Francisco Chronicle, a Apple paga cerca de US$ 40 milhões em impostos ao condado todos os anos. Apesar de parecer um valor alto, vale lembrar que, no início do ano, a companhia tinha cerca US$ 225 bilhões acumulados em caixa.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Avaliado em US$ 4 bilhões, Apple Park é um dos prédios mais caros do mundo