Huawei adota cautela antes de voltar a usar o Android

1 min de leitura
Imagem de: Huawei adota cautela antes de voltar a usar o Android
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O presidente dos Estados Unidos recuou com a decisão de impedir companhias estadunidenses de negociar com a Huawei no sábado (29). Um dia depois, o pessoal do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, pressionados por políticos que acusa a chinesa de espionagem, disse que “não é bem assim” e a restrição continua para várias tecnologias e produtos e que Donald Trump não tem a palavra final sobre o assunto.

Por isso é que a Huawei anda ainda mais cautelosa com relação à promessa feita pelo mandatário ianque. Afinal, mesmo com um acordo verbal ou postagens no Twitter, a coisa toda só será oficializada após a ordem executiva do Departamento de Comércio, que já pediu tempo indeterminado para analisar e finalizar o processo.

“Reconhecemos os comentários do presidente Trump ligados à Huawei durante o fim de semana e esperaremos a orientação do Departamento de Comércio, mas não têm mais nada a acrescentar neste momento”, disse Tim Danks, vice-presidente de gestão de riscos e relações com parceiros fabricante asiática, sobre seu acesso para o sistema operacional Android.  

huaweiCNet/Getty Images/ReproduçãoFonte: CNet/Getty images

Vale lembrar que o próprio Departamento de Comércio ainda não esclareceu como a decisão de Trump afeta o acesso da Huawei ao sistema operacional móvel da Google. Enquanto isso, ela ainda trabalha em um plano de contingência com software próprio e outros parceiros.

***********************************

Procurando por algum dispositivo da Huawei. Então pega essas ofertas:

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Huawei adota cautela antes de voltar a usar o Android